O Mercadão, marketplace de entregas rápidas que integra o supermercado Pingo Doce, acaba de adicionar mais uma opção de vendas, desta vez solidárias. Chama-se Mercadão Solidário e o objetivo é que, enquanto os portugueses fazem as compras online, possam adicionar ao carrinho bens de primeira necessidade que serão doados a uma instituição diferente todos os meses. A primeira a beneficiar da iniciativa será a Cama Solidária, que ficou conhecida por oferecer autocaravanas à porta dos hospitais para os profissionais de saúde e utentes descansarem.

Mas como é que tudo se processa? Basta aceder ao site Mercadão e procurar entre as lojas o Mercadão Solidário, no qual há vários produtos sugeridos para doar, desde massas e fraldas, até aos itens de proteção contra a COVID-19, como máscaras e álcool gel. Contudo, também poderá optar pelos produtos que se dividem por duas secções, alimentação e higiene. Há apenas uma condição: o carrinho tem um valor mínimo de 1,99€, que pode corresponder apenas a produtos solidários ou de outras lojas do Mercadão.

Onda de solidariedade do "Como é que o Bicho Mexe" angaria 39 mil euros para ajudar família
Onda de solidariedade do "Como é que o Bicho Mexe" angaria 39 mil euros para ajudar família
Ver artigo

Após escolher alguns produtos tal como numa compra normal, só tem de colocar a sua morada e selecionar um horário (apenas para poder avançar caso não compre nada para si) e realizar o pagamento. Finalizado o processo, os bens solidários serão entregues na instituição selecionada até ao 7.º dia útil após o final da campanha.

No caso do mês de maio, a angariação para a Cama Solidária, que apoia profissionais de saúde e famílias com dificuldades, decorre até 31 de maio. 

Se quiser sugerir uma instituição para ser ajudada nos próximos meses, pode fazê-lo através deste formulário.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.