Há duas opções: ajudar ou ser ajudado. A Cama Solidária é para pacientes e profissionais de saúde exaustos de horas de espera (entre intermináveis filas de espera) ou de turnos. Para ajudar, primeiro, é preciso boa vontade, em segundo, ter uma autocaravana ou voluntariar-se para ajudar na organização e, em terceiro, pode optar apenas doar bens como roupa, comida, lençóis, almofadas.

A iniciativa, da agência de comunicação uppOut, visa ajudar "durante este confinamento o Sistema Nacional de Saúde" que se tem deparado com "alguns desafios". Neste sentido, lançou um convite à comunidade: "Vamos dar conforto a quem mais precisa".

A Cama Solidária passa por instalar uma cama nos parques de estacionamento de hospitais e centro de saúde e, para isso, estão a ser pedidas autocaravanas emprestadas. Tudo o que os proprietários têm de fazer é ir à plataforma da iniciativa, selecionar "tenho uma caravana" e inscreverem-se. Os caravanistas solidários podem disponibilizar o veículo apenas alguns dias da semana ou todos, se assim pretenderem.

"Para emprestar as autocaravanas há duas opções, porque as pessoas com quem já falámos têm receio por ser um veículo caro", começou por explicar esta quinta-feira, 21 de Janeiro, o autor da iniciativa, Ricardo Paiágua, de acordo com o "Público", que cita a agência Lusa.

Pão mole e sumo cheio de açúcar."É isto que os profissionais de saúde têm para comer"
Pão mole e sumo cheio de açúcar."É isto que os profissionais de saúde têm para comer"
Ver artigo

A primeira opção é que sejam os próprios proprietários a levar o veículo ao local, ficando depois um voluntário a vigiar a viatura, e a segunda opção é que sejam os voluntários a ir buscar as autocaravanas e a colocá-las à frente dos hospitais e centros de saúde.

Já quem optar por "quero ser voluntário", terá vários dias da semana à escolha para se disponibilizar e várias ações disponíveis: organização e gestão no local da autocaravana; higienização da autocaravana; doação de comida; e doação de materiais, como lençóis e álcool em gel.

Ricardo Paiágua avança que haverá cerca de 200 voluntários a receber e a "tomar conta" das autocaravanas, bem como a tratar da desinfeção. O primeiro "teste", disse, terá lugar num hospital de Lisboa, ainda por definir.

A Cama Solidária vem na sequência de outras iniciativas da agência em contexto de pandemia, como foi o caso da Acolhe um herói ou Acolhe uma refeição. Para fazer doações para a Cama Solidária basta enviar um mail para descansar@camasolidaria.pt e as inscrições são feitas diretamente no site da campanha solidária.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.