Sim, estamos em maio. E sim, no final da semana, é esperado que os termómetros cheguem aos 40 graus. A culpada deste fenómeno é uma massa de ar quente oriunda do norte de África, e o fenómeno meteorológico vai fazer com que, na próxima sexta-feira e sábado, os termómetros atinjam valores pouco comuns e inacreditáveis durante o mês de maio, que já não se registavam há cerca de 20 anos, escreve o "Observador".

Assim, prepare-se para noites tropicais e dias abafados. Não saia de casa sem o protetor solar e valorize o ar condicionado, pois as temperaturas vão ultrapassar os 30ºC de norte a sul do país. Desde os 31ºC em Bragança até aos 33ºC em Lisboa e os 37ºC em Beja, é no interior sul que se sentirá maior calor.

A nova coleção de banho da MO traz modelos a condizer para toda a família — do S ao XXXL
A nova coleção de banho da MO traz modelos a condizer para toda a família — do S ao XXXL
Ver artigo

De acordo com informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), além do "aumento do risco de incêndio", "vamos ter igualmente, na quinta-feira e sexta-feira, alguma poeira atmosférica vinda do norte de África, mas nada de muito gravoso", refere a Lusa, citada pela Renascença.

Na semana passada, já testemunhámos uma onda de calor, entretanto abafada por tempo nublado, vento e alguns chuviscos. Mas agora parece ser tempo de arrumar as botas no armário e usufruir dos chinelos e das mangas curtas. Nesta sexta-feira e sábado, o verão chega mais cedo, mas não para ficar. Para a semana, as temperaturas voltam a descer.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.