Depois de um Natal com chuva e vento, a passagem de ano será marcada por sol e temperaturas amenas de primavera no continente e na Madeira. Nos Açores, no entanto, há a probabilidade de chuva, mas as temperaturas vão manter-se amenas. São estas as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) para a passagem de ano, que diz que as melhorias ao estado do tempo deverão começar a sentir-se já a partir de quarta-feira, 29 de dezembro.

Para sexta-feira, 31, o que se espera é que, no continente, o tempo esteja pautado por céu pouco nublado durante o dia, embora a neblina matinal seja uma das previsões pelo IPMA para regiões como Braga, Castelo Branco, Leiria, Lisboa ou Viana do Castelo.

Discotecas fechadas e teste para entrar em restaurantes. As medidas para o Natal e passagem de ano
Discotecas fechadas e teste para entrar em restaurantes. As medidas para o Natal e passagem de ano
Ver artigo

Não se registará vento (ou, a acontecer, será muito fraco) e também não estará frio. Para o continente, o que o IPMA prevê são temperaturas máximas capazes de chegar até aos 22 graus na sexta-feira. As regiões mais quentes serão Aveiro (22 graus de máxima e 12 de mínima) e Braga (22 de máxima e 8 de mínima), escreve o jornal "Público".

Lisboa, no entanto, deverá chegar aos 19 graus de máxima, enquanto Portalegre e Viseu ficar-se-ão pelos 18 graus.

Quanto aos primeiros dias do ano, o que o IPMA prevê é que o estado do tempo se mantenha constante, embora haja a probabilidade e chuva no Litoral Norte, escreve o mesmo jornal, que cita dados do instituto.

Apesar do bom tempo, são várias as autarquias que já cancelaram os festejos de passagem de ano devido à evolução negativa da pandemia no País.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.