Chama-se Uber Moto e o conceito já chegou a França. Pelas ruas das cidades de Paris, La Défense, Neuilly, e Boulogne, já se veem os condutores a guiar os passageiros mais apressados para os compromissos pela cidade. Mas atenção,  apesar da pressa, a proteção rodoviária e vírica é garantida: aos utilizadores é dado um capacete, luvas adequadas, um casaco de proteção, se desejar, e ainda luvas descartáveis e um gel no final da viagem.

O nome anuncia apenas motos, mas a plataforma tem duas opções: motos (a motor ou elétricas) e scooters (apenas elétricas). As últimas não são novidade na plataforma, já as havia sem condutor, mas a inexperiência podia afastar algumas pessoas dessa opção. Assim, a Uber Moto vem reforçar a oferta de carros e ainda das bicicletas híbridas ou elétricas, com uma opção conduzida por motoristas profissionais independentes. Mas será que compensa?

Jamie Oliver lança serviço no Uber Eats — com hambúrgueres, nachos e barbecue
Jamie Oliver lança serviço no Uber Eats — com hambúrgueres, nachos e barbecue
Ver artigo

A resposta é não. Embora seja uma opção mais rápida, é mais cara relativamente às viagens num carro da Uber — e ainda para mais, neste caso, nem dá para dividir contas entre amigos, porque cada moto só pode levar um passageiro. De acordo uma simulação do jornal francês "Le Parisien", um percurso de dez quilómetros pode custar cerca de 55€, seguindo o modelo base aplicado pela Uber de um preço por quilómetro e um por minuto.

"Preços dinâmicos podem ser aplicados se houver mais pedidos do que motoristas disponíveis e, sem surpresa, os preços serão transparentes e exibidos antes da confirmação do pedido da viagem", refere a Uber, citada pelo mesmo jornal.

Uber Eats. Os bifes da Portugália e da Cervejaria Trindade estão agora à distância de um clique
Uber Eats. Os bifes da Portugália e da Cervejaria Trindade estão agora à distância de um clique
Ver artigo

Quanto à COVID-19, tendo em conta que a bordo de uma Uber Moto a distância de segurança será difícil de manter, a Uber indica que "os motoristas usam sempre máscara e luvas, desinfetam todas as áreas de contacto com o passageiro, preparam o equipamento com antecedência para que o utilizador possa vestir-se sozinho e mantêm uma distância segura durante o processo".

Os passageiros franceses fazem assim parte de mais uma fase de testes da plataforma, uma vez que a Uber Moto já circula pela Índia e Brasil. Quando à expansão da novidade a nível global, vamos ter de aguardar por novidades.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.