Um agente da Polícia de Segurança Pública (PSP) foi filmado a empurrar um homem contra uma porta enquanto o revistava. O momento ficou registado em vídeo e foi noticiado pelo “Correio da Manhã”.

No vídeo de poucos segundos é possível ver um agente a bater duas vezes nas costas do indivíduo, fazendo com que ele se vire para uma porta. Já com as mãos atrás das costas, o indivíduo é depois agarrado pelo agente que o empurra violentamente contra essa mesma porta. Consegue perceber-se que o polícia tenta afastar as pernas do indivíduo para o revistar enquanto o pontapeia.

Seis homens tossem “de propósito” para cima de polícias durante uma festa ilegal
Seis homens tossem “de propósito” para cima de polícias durante uma festa ilegal
Ver artigo

No local estavam três agentes com uma viatura, e três cidadãos – sendo que apenas um estava a ser revistado. O caso terá ocorrido no centro de Lisboa entre domingo e segunda-feira, avança a mesma publicação. Contactada pelo "Correio da Manhã", a PSP explicou que está “a averiguar a situação”.

Este vídeo é publicado poucos dias depois de três agentes da PSP terem sido agredidos em Loures enquanto dispersavam a multidão na rua. O caso aconteceu na passada sexta-feira, 26 de junho, em Loures – um dos concelhos de Lisboa mais atingidos pela COVID-19, e um dos que tem medidas especiais para enfrentar a pandemia. Os agentes estavam a fazer uma ação de fiscalização a um estabelecimento quando as agressões e insultos começaram.

Os três polícias ficaram feridos sem gravidade, sendo que foram assistidos pelos bombeiros no local. Dois indivíduos acabaram detidos.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.