Numa era em que a comida, a roupa e uma série de outros serviços nos chegam a casa através de uns toques no ecrã do telemóvel, faltava apenas uma coisa para a equação ficar completa: os tratamentos dermocosméticos. Fazer com que a sua casa se torne uma clínica de cosmética é a premissa da Unicskin, uma marca espanhola que acaba de abrir portas em Portugal. A MAGG foi ao lançamento oficial, esta quinta-feira, 10 de novembro, no Palácio de São Vicente, em Lisboa, e ficou a conhecer as novidades. 

A fundação da Unicskin remonta a 2017 e, desde então, já se estabeleceu em mais de 100 países, tendo recebido até 12 prémios – incluindo o selo de aprovação de Carmen Navarro, uma das dermatologistas mais conceituadas [e exigentes] de Espanha. Se demorou cinco anos a chegar a Portugal? Sim. Mas a abertura nem por isso é menos simbólica para Monica Sada, CEO e fundadora da marca. Isto porque, negócios e estratégias de mercado à parte, foi neste País que se casou.

Mónica Sada
Mónica Sada, fundadora e CEO da UNICSKIN. créditos: Instagram

Por isso, a cargo da Perfumes & Companhia, o mercado de beleza português acaba de se tornar um bocadinho mais tecnológico. É que a Unicskin, além de ser composta pelos produtos mais convencionais a que outras marcas já nos habituaram, conta com uma panóplia de engenhocas tecnológicas que prometem devolver-lhe à tez a vitalidade que merece. O melhor de tudo? Todos eles promovem o tratamento de diversas condições da pele de forma não invasiva e indolor, recorrendo à utilização das luzes LED.

A Unicled Korean Mask (315€) é uma máscara facial e conta com um total de sete cores, que podem ser (ou não) utilizadas de forma combinada. Deste número, três têm o objetivo de combater o envelhecimento, a pigmentação e as imperfeições. No entanto, tê-la sobre o rosto também é sinónimo de conferir à pele um efeito lifting ou calmante. O truque passa por usá-la três vezes por semana, durante meia hora por sessão (ou durante 15 minutos, caso decida misturá-las).

As novidades da Lierac prometem uma pele limpa (e jovem) a partir dos 15,50€
As novidades da Lierac prometem uma pele limpa (e jovem) a partir dos 15,50€
Ver artigo

Já a Unicled Chin & Neck (285€) é igualmente multifacetada – e permite que também o consumidor o seja. Concebido para poder ser utilizado em qualquer circunstância, este aparelho alia a luz LED aos infravermelhos, responsáveis por diminuir a gordura localizada na zona inferior ao queixo. Ao mesmo tempo, não o denunciasse o nome, este produto pode ser também utilizado no pescoço, diminuindo a aparência das rugas que, frequentemente, se alojam nessa parte do corpo.

Além destes dois aparelhos, existe ainda um kit de branqueamento dentário (105€) e um outro dispositivo facial (165€), o Unicthermo Sonic, que estimula a elastina e o bombeamento do sangue, enquanto limpa o rosto, graças ao facto de aquecer.

"Não fomos nós que inventámos esta tecnologia", alerta Monica Sada. Na verdade, estudos indicam que esta técnica foi utilizada pela Nasa para fazer crescer plantas no espaço, uma vez que estimula diversas reações, nomeadamente a multiplicação celular. Mas a marca é, por outro lado, responsável por uma coisa: tornar estes tratamentos acessíveis a partir de casa, confirmando a sua premissa.

Quantos aos cremes e séruns, a Unicskin é composta por uma vasta gama de cuidados para o rosto que, quando combinados com a tecnologia, deixam os resultados bem visíveis. E ainda que a eficácia de todos seja comprovada "por estudos independentes", lembra a CEO, a linha despigmentante leva a taça, constituindo-se como o verdadeiro best-seller. Os números falam por si: houve um crescimento de vendas de "536% nos últimos 3 anos, com mais de 50.000 unidades vendidas", frisa.

Além disso, a marca constitui-se como líder no mercado mundial, uma vez que os produtos contêm a maior concentração de ingredientes ativos em relação aos concorrentes. Assim, com fórmulas minimalistas e de origem natural acima dos 90%, a fundadora tem a certeza de uma coisa: “Nós oferecemos resultados – e não sou eu quem o diz, é a ciência", conclui.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.