Chris Rock comentou pela primeira vez o que aconteceu na noite dos Óscares, em que foi agredido por Will Smith, depois de ter feito uma piada sobre o cabelo da mulher do ator, Jada Pinkett Smith. Fê-lo esta quarta-feira, 30 de março, durante um espetáculo a solo da sua digressão "Ego Death Tour", em Boston, perante uma plateia que o recebeu com uma ovação.

Will Smith agrediu Chris Rock em direto no palco dos Óscares. Veja o momento
Will Smith agrediu Chris Rock em direto no palco dos Óscares. Veja o momento
Ver artigo

Depois de vários minutos de aplausos, Chris Rock arrancou o espetáculo com o tema que estava na ordem do dia desde 28 de março, data da última cerimónia dos Óscares: a agressão de Will Smith. "Deixem-me ser choroso e merdoso", começou por dizer Chris Rock, visivelmente emocionado. "Como foi o vosso fim de semana?", perguntou de seguida, em tom sarcástico, arrancando gargalhadas da plateia.

"Não tenho muita m… [para dizer] sobre o que se passou, por isso se vieram para ouvir isso, fiquem a saber que eu já tinha um espetáculo pronto antes do que aconteceu este fim de semana", brincou.

"Ainda estou a processar o que se passou e a certa altura falarei, será sério e engraçado ao mesmo tempo, mas para já vou contar algumas piadas", acrescentou, em declarações citadas pelas CNN Portugal.

No mesmo discurso, Chris Rock afirmou ainda que, depois da agressão em palco, "não falou com ninguém, apesar do que possam ter ouvido". Sem mais detalhes, parecia referir-se a Will Smith e a um alegado pedido de desculpas, que não chegou a acontecer, feito de forma presencial.

Academia abre processo disciplinar contra Will Smith

Depois de ter sido criticada pelo público por não ter interrompido a cerimónia após a agressão a Chris Rock, ainda esta quarta-feira, 30, a Academia de Cinema dos Estados Unidos confirmou, através de um comunicado, que vai mesmo avançar com um processo disciplinar contra Will Smith por conduta imprópria, revelando que lhe pediu para deixar a cerimónia dos Óscares após agredir o comediante em palco, mas o ator recusou.

"Gostaríamos de deixar claro que Smith foi convidado a deixar a cerimónia, mas recusou, e também reconhecemos que poderíamos lidar com essa situação de maneira diferente", frisa a Academia, em declarações citadas pelo "Jornal de Notícias".

No mesmo texto, confirma ainda já ter "iniciado um processo disciplinar" contra Will Smith "por violações das normas de conduta da Academia", ainda que sem especificar, de forma detalhada, quais as normas violadas.

Ainda sem qualquer confirmação oficial por parte da Academia, o comunicado avança a possibilidade de possíveis medidas serem tomadas já na próxima reunião do Conselho de Administração da Academia, prevista para 18 de abril, entre as quais a "suspensão, expulsão, ou outras sanções", segundo o comunicado.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.