Will Smith agrediu Chris Rock em direto durante a transmissão dos Óscares na madrugada desta segunda-feira, 28 de março. O momento insólito aconteceu depois de o humorista, que estava em palco para apresentar a categoria de Melhor Documentário, ter feito uma piada sobre o cabelo de Jada Pinkett Smith, mulher de Will Smith.

A atriz, que já revelou publicamente sofrer de alopécia, condição que a levou à decisão de rapar o cabelo, foi alvo de uma piada de Chris Rock, que disse que mal podia esperar por ver Jada em "G.I. Jane 2", uma alusão ao filme em que a personagem principal, interpretada por Demi Moore, rapa a cabeça.

Óscares
Will Smith e Jada Pinkett Smith créditos: Instagram

Na plateia, a atriz revirou os olhos e parece não ter gostado do comentário, mas o marido, Will Smith, levantou-se mesmo do lugar, dirigiu-se ao palco e esbofeteou Chris Rock. "Will Smith acabou de me bater na cara", disse, incrédulo, o humorista, perante uma plateia igualmente estupefacta.

De regresso ao seu lugar, Smith terá ainda gritado a Rock. "Mantém o nome da minha mulher fora da tua boca" ("keep my wife’s name out of your fucking mouth", na versão original), disse Will Smith, que regressaria ao palco dos Óscares depois de vencer a estatueta de Melhor Ator pelo seu desempenho em "King Richard".

Apesar de inicialmente a hipótese de se tratar de uma encenação por parte dos dois intervenientes ter sido considerada, não parece ter sido esse o caso. Chris Rock já terá avançado que não pretende apresentar queixa contra Will Smith, de acordo com a CNN Portugal, e a Academia de Cinema de Hollywood já se pronunciou oficialmente sobre o sucedido. "A Academia não tolera violência de qualquer forma", pode ler-se num tweet oficial da entidade publicado esta madrugada.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.