Foi um dos ícones pop dos anos 80 e 90 e estrela de um dos programas de televisão de maior sucesso em todo o mundo, "90210 Beverly Hills". Mais: era filha herdeira de Aaron Spelling, um dos grandes magnatas da televisão norte-americana com uma fortuna de quase mil milhões de dólares. Viveu e cresceu numa mansão avaliada em 165 milhões de dólares, em Los Angeles, e casou-se com outro ator de sucesso, Dean McDermott, outra estrela da televisão.

Tinha tudo para ser uma vida perfeita, mas, aos 50 anos, Tori Spelling entrou numa espiral de desgraça. A atriz, que não trabalha há vários anos, viu o marido pedir-lhe o divórcio, supostamente por já não aguentar mais os caprichos da mulher. E esta sábado, 8 de julho, foi fotografada a sair do motel de beira de estrada onde está a viver com os cinco filhos, que custa menos de 100 dólares por noite, nos arredores de Los Angeles. As crianças, todas filhas de Tori e Dean McDermott, têm entre 16 (Liam) e 6 (Beau) anos.

"Beverly Hills" vai voltar à televisão — e com o elenco original
"Beverly Hills" vai voltar à televisão — e com o elenco original
Ver artigo

A atriz estava a viver num apartamento com os filhos, mas recentemente revelou que teria de sair da casa porque estava "com um problema de mofo", como disse na altura. Soube-se agora que foi viver para este motel nos arredores de Los Angeles. O contraste da infância dos filhos com a infância da mãe é brutal, já que Tori cresceu na mansão de estilo francês com 56 mil metros quadrados que era propriedade do seu pai. O palácio, que parece um castelo, tem 123 divisões, entre elas 27 casas de banho e 14 quartos. Após a morte de Aaron Spelling, a mansão foi colocada à venda em fevereiro de 2022 por 165 milhões de dólares. Como não apareceu qualquer comprador, o valor baixou e está fixado neste momento nos 155 milhões.

Tori Spelling a sair do motel de beira de estrada onde vive com os filhos
Tori Spelling a sair do motel de beira de estrada onde vive com os filhos

Os problemas financeiros de Tori começaram quando ainda estava casada com Dean. Na altura, e porque tinha o peso de tratar dos cinco filhos, não se coibindo de acusar publicamente o marido de não estar à altura como pai de tratar das crianças, exigiu ao marido que conseguisse mais trabalho, para arranjar mais dinheiro para a família. Em 2021, Dean foi contratado para um papel numa série de televisão canadiana, mas isso obrigou-o a longas temporadas fora de casa, o que afastou o casal e irritou ainda mais Tori. "Ela queria que ele começasse a trabalhar e a trazer dinheiro para casa para sustentar a família e ele conseguiu um papel importante numa série de televisão canadiana e alguns papéis importantes no cinema", disse um amigo do casal ao "Daily Mail". "Ela queria que ele fosse um melhor pai, que ele fosse mais romântico e ele esforçava-se por lhe trazer flores, enchendo-a constantemente de presentes para lhe mostrar o quanto a amava". Só que parece não ter sido suficiente.

De Rihanna a Kim Kardashian. Saiba quem são as celebridades multimilionárias e qual a sua fortuna
De Rihanna a Kim Kardashian. Saiba quem são as celebridades multimilionárias e qual a sua fortuna
Ver artigo

Em setembro de 2022, Dean anunciou a separação nas suas redes sociais. "É com grande tristeza e um coração muito pesado que, após 18 anos juntos e 5 crianças incríveis, Tori Spelling e eu decidimos seguir caminhos separados e começar uma nova jornada por conta própria", escreveu na rede social.

A questão financeira tem sido um problema constante para Tori. Em 2006, após a morte do pai, recebeu apenas 800 mil dólares de uma herança avaliada em quase mil milhões, e a explicação foi dada pela própria mãe de Tori. Na altura, disse que a causa disso tinha sido a forma extravagante como vivia e gastava dinheiro, ou seja, receber tão pouco foi uma forma de proteger o dinheiro. "Ela é capaz de mandar fechar uma loja e gastar 50 ou 60 mil euros naquele dia", revelou na altura a mãe ao "The New York Times". "Eu nunca fiz nada disso, ela simplesmente fica louca", acrescentou.

Em 2013, Tori Spelling escreveu uma biografia em que fala da sua vida no passado e nas dificuldades com que vivia então. "Não tenho culpa de ser uma rapariga da alta da cidade presa numa vida na baixa. Fui criada na opulência. Os meus padrões são ridiculamente elevados. Não nos podemos dar ao luxo de ter esse estilo de vida, mas quando se cresce com uma colher de prata é difícil passar a usar uma de plástico".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.