Diana Chaves viveu um momento emotivo no "Casa Feliz" desta terça-feira, 10 de novembro. A apresentadora ficou de tal forma em comoção que não conseguiu continuar a entrevista e teve de recorrer ao seu colega João Baião. Tudo aconteceu durante a entrevista ao casal Marisa e Mário, que perdeu o filho de dois anos e meio, vítima de cancro. "É melhor eu pedir ao João para vir para aqui. Eu já sabia que esta conversa não ia ser fácil … isto acontece. Estamos em direto, é uma conversa muito difícil" confessou Diana.

A manhã da SIC ficou marcada pela história de Gui. Com apenas dois anos e meio, o menino foi diagnosticado com leucemia, e foi a partir daí que começou a sua luta pela vida. Marisa e Mário sempre confiaram nos médicos, que garantiram que a criança não precisava de um transplante. Mais tarde, o estado clínico de Guilherme mudou. "Passou de 80% de cura para 20% de cura e 80% de insucesso. Fez todos os tratamentos que tinha de fazer e, a um mês de realizar o transplante, os médicos dizem que as células cancerígenas voltaram". Mário, pai de Guilherme, confessa ainda: "houve uma altura que eu pedi para ele partir". Guilherme acabou por morrer com apenas dois anos e meio. Veja aqui o momento.

diana chaves joao baiao
O momento em que Diana Chaves pede ajuda a João Baião

Para assinalar os três meses de "Casa Feliz", Diana Chaves e João Baião marcaram presença no programa "Júlia", conduzido por apresentadora Júlia Pinheiro, onde abriram o coração e falaram sobre a manhã emotiva. "Acho que ainda não recuperei bem", disse Diana. A apresentadora confessou ainda o momento vivido naquela manhã foi "complicado" e teve de recorrer a João Baião, para dar continuidade à entrevista.

"Foi um dia muito difícil. Sempre fui treinada para isto e é nos momentos em que sou apanhada desprevenida que isto acontece. Hoje, quando li aquela história, mexeu muito comigo, mas eu achei que me ia conseguir controlar. De repente, não consegui e tive de pedir ajuda ao João. Sei que para ele é muito difícil... mas não estava a conseguir falar e pensei: 'Vou chamá-lo e vai ser pior ainda', mas não foi", acrescentou Diana.

"Quando ele se sentou consegui recompor-me. Pensei: 'Estás a ser patética'. Aqueles pais é que perderam um filho e teve de ser a mãe a acalmar-me”, disse ainda Diana Chaves.  João Baião acabou por não conseguir controlar as lágrimas. "Jamais me irei esquecer-me da expressão da Diana: 'João, ajuda-me'. É de uma grande humildade", disse o apresentador. "Foi o ar indefeso da Diana que me deixou de rastos", continuou.

Diana Chaves e João Baião formaram dupla em julho passado, após a saída inesperada de Cristina Ferreira da SIC. Os apresentadores têm conseguido manter a liderança das manhãs da estação de Paço de Arcos, conquistada desde janeiro de 2018, com "O Programa da Cristina".

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.