Na passada quarta-feira, 4 de novembro, a atriz e apresentadora Cláudia Vieira revelou que tanto ela como o namorado e a filha Caetana testaram positivo à Covid-19. Mais tarde, também Maria ficou infetada com o novo coronavírus.

Cláudia tem partilhado o seu dia a dia através da rede social Instagram e esta terça-feira, 10 de novembro, foi uma das grandes convidadas do programa das manhãs SIC "Casa Feliz". Em videochamada com João Baião e Diana Chaves, afirmou que se encontra bem e que o vírus foi transmitido por uma pessoa que frequenta regularmente a sua casa.

"Apesar de todos os cuidados fora de casa, em casa estamos mais à vontade e às vezes o vírus pode vir ter connosco e aparecer dentro da própria casa que foi o caso. A verdade é que muitas vezes nós achamos que se não tivermos muita vida social, se não andarmos muito a circular em sítios com muita gente fica tudo controlado. Mas não é bem assim porque nas reuniões familiares é extremamente possível e eu sou um caso desses. De repente sou eu o João, a Maria e a Caetana, todos contaminados foi um bocadinho avassalador", afirmou a apresentadora.

Cláudia Vieira
Cláudia Vieira em entrevista por vídeo chamada à "Casa feliz" créditos: casafeliz/Instagram

A primeira a ter sintomas foi a filha mais nova, Caetana de 11 meses. Depois de já saberem que tinham estado em contacto com um caso positivo, Caetana teve uma noite de febre o que levou Cláudia a perceber que seria já um dos sintomas.

Cláudia Vieira testa positivo à COVID-19. Namorado e filha Caetana também estão infetados
Cláudia Vieira testa positivo à COVID-19. Namorado e filha Caetana também estão infetados
Ver artigo

"Eu tenho andado sempre a fazer testes semanalmente pelo ambiente de trabalho por estar realmente com muita gente e o meu teste tinha dado negativo". Ainda assim, por preocupação decidiram todos fazer um novo teste. Inicialmente, a filha Maria foi a única a testar negativo.  "A Maria, que estava negativa, ia sair aqui de casa. Ia para casa do pai para estar salvaguardada porque é extremamente difícil isolar uma criança de 10 anos em casa com a respetiva família, mas ela começou com os sintomas e ficou dessa forma", explica.

Apesar de ter tido alguns sintomas, como dores no corpo e de garganta, Cláudia Vieira refere que em 10 dias apenas sentiu realmente o impacto do vírus em dois ou três. "Assusta um bocadinho, este vírus é uma coisa um bocado estranha", confessa referindo que o mais assustador é ver as notícias de pessoas que se encontram em estado crítico e que chegam mesmo a morrer devido ao novo coronavírus.

Também esta terça-feira a apresentadora escreveu na rede social Instagram que se encontra "a contar os dias conseguir descer à rua". "Se tudo correr como até agora, já não falta muito", afirmou Cláudia Vieira.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.