Quem tem menos de 30 anos dificilmente terá memória de Catarina Furtado com o cabelo curto. A apresentadora de 50 anos, que tem no cabelo comprido uma das suas imagens de marca, decidiu fazer um corte radical, estilo bob, com a franja ligeiramente mais curta. Catarina aproveitou o facto de estar de férias após o fim de "The Voice Portugal", para fazer esta mudança de visual.

"Estou de férias, a descansar do muito e intenso trabalho dos últimos tempos onde me entrego por completo, já que sou uma privilegiada e adoro o que faço. Mas há sempre uma inquietação em mim. Sou feita de muitas camadas.
E também já fui outras mulheres em ficção: no teatro, no cinema, na tv. Algumas lembram-me este look", explica a apresentadora no Instagram, que se entregou nas mãos da cabeleireira Helena Vaz Pereira para fazer esta transformação.

Veja as fotos

É preciso recuar até ao final da década de 90 para ver a apresentadora com o cabelo tão curto.  Em 1998, numa entrevista ao jornalista Pedro Rolo Duarte, no programa da RTP "Falatório", de 1998, Catarina Furtado, regressada de Inglaterra, onde esteve a estudar representação, exibia um corte estilo bob muito, semelhante ao que fez em 2023.

Veja as fotos

Na altura tinha apenas 25 anos, já tinha apresentado o primeiro programa líder de audiências da SIC, o "Chuva de Estrelas", e deixado temporariamente a televisão e Portugal para seguir outra das suas paixões, a representação. Na altura, Catarina refletia sobre a sua ascensão fulgurante à fama, em apenas 5 anos de carreira televisiva, e a percepção que isso criou no público. "Acho sobretudo que o meu 'embrulho' me ultrapassou. O embrulho correu mais do que eu e isso perturbou-me. Havia uma imagem que se criou à minha volta, em relação aos programas que eu apresentava, que me ultrapassou. As vontades que eu tinha, os desejos que eu tinha, estavam a ficar para trás, camuflados", refletia na altura.

O visual marcante também foi usado por Catarina Furtado no filme "Pesadelo Cor de Rosa", do qual foi protagonista e contracenou com Diogo Infante.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.