Eunice Muñoz morreu esta sexta-feira, 15 de abril. A atriz tinha 93 anos e oito décadas de carreira. A notícia foi revelada pelo filho da atriz à agência Lusa. Natural da Amareleja, Beja, Eunice estreou-se nos palcos a 28 de novembro de 1941, no Teatro Nacional D. Maria II, na peça "Vendaval", de Virgínia Vitorino.

O presidente da República já manifestou o seu pesar pela morte da atriz. "É profundamente consternado que tomo conhecimento da morte de Eunice Muñoz, uma referência nacional, admirada e respeitada por todos os portugueses", disse Marcelo Rebelo de Sousa à Lusa, citado pelo "Observador".

A 28 de novembro de 2021, no dia em que se assinalavam 80 anos da sua estreia como atriz. Eunice Muñoz subiu pela última vez aos palcos, precisamente no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, onde contracenou pela última vez com a neta, Lídia, na peça "A Margem do Tempo".

No pequeno ecrã, o último trabalho de Eunice aconteceu na terceira temporada da novela da TVI "Festa é Festa". A atriz deu vida a Helena, amiga de longa data da anciã da aldeia da Bela Vida, Corcovada Brito, interpretada por Maria do Céu Guerra.

Eunice Muñoz teve seis filhos, fruto de três casamentos. Aos 19 anos, casou-se com Rui Ângelo de Oliveira do Couto, de quem teve uma filha. Em 1956, casou pela segunda vez, com Ernesto Borges, tendo quatro filhos deste casamento. Na década de 1960, casou-se pela terceira vez, com o poeta António Barahona da Fonseca, de quem teve outra filha.

Veja as fotos do último trabalho da atriz

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.