Aos 35 anos, Pedro Carvalho está no auge da sua carreira entre Portugal e o Brasil. Em entrevista à MAGG, o ator que dá vida ao bombeiro Serafim Amorim na novela "Amor, Amor", da SIC, faz o balanço do seu percurso na representação, da conquista de fazer parte de produções internacionais e do desejo de ser pai em breve.

Há mais de 15 anos que é um dos rostos mais conhecidos da televisão nacional. Mas há cerca de seis que decidiu ir para o Brasil com o objetivo de apostar numa carreira internacional. "Surgiu o convite de ir para o Brasil e agora já é a minha segunda casa. Portugal e Brasil estão juntos no meu coração, mas acredito que sou um ator do mundo", conta à MAGG.

Pedro sabia que quando completasse 30 anos seria a altura perfeita para sair do País, chegou a receber convites de Espanha para integrar duas séries, mas na altura recusou devido a outros compromissos profissionais. Foi então que recebeu o convite para fazer parte do elenco de "Escrava Mãe", novela da TV Record, uma prequela da conhecida trama "Escrava Isaura", exibida em Portugal na segunda metade dos anos 70.

Seguiram-se outros sucessos no Brasil, tal como "O Outro Lado do Paraíso" ou "A Dona do Pedaço", ambas novelas da TV Globo, e o ator garante que todas as conquistas na sua carreira foram alcançadas por mérito próprio. "Nunca tive padrinhos na área, todas as conquistas são fruto do meu talento", conta à MAGG.

Gravações no Brasil adiadas devido à pandemia

Para já, Pedro continua por Portugal devido à pandemia da COVID-19, que adiou alguns projetos que deveriam começar no Brasil já este ano. "Tenho uma série e uma novela que foram adiadas. Neste momento, a TV Globo retomou as gravações, mas parou de novo. Portanto, estes projetos deverão acontecer no próximo ano", revela o intérprete.

"Não sou contratado nem da SIC ou da TVI, sou um ator no mercado e assim pretendo continuar a ser"

Terminadas as gravações de "Amor, Amor", esta seria a altura de regressar ao Brasil para dar vida a uma nova personagem. Mas este ano, em que todos nos vimos fechados em casa por conta da pandemia, não deverá ser assim. "Estou a terminar esta pausa depois das gravações da novela para perceber o que será melhor fazer antes de regressar ao Brasil. Não sou contratado nem da SIC ou da TVI, sou um ator no mercado e assim pretendo continuar a ser. Gosto de poder escolher o que quero fazer", afiança.

Na produção da estação de Paço de Arcos, Pedro dá vida a um bombeiro "caricato" que quer apenas viver o lado mais simples da vida. O ator conta que este tipo de personagens são as mais desafiantes, as que mais se afastam da sua personalidade, apesar de já ter feito vários papeis ao longo do seu percurso, desde o bom da fita ao vilão.

Questionado sobre a preparação física que exige a interpretação de um papel, Pedro explica que depende muito da história e da profissão da personagem. No caso de Serafim, teve a ajuda de uma corporação de bombeiros, fez pesquisa e conta ainda que viu várias séries para perceber como é que os profissionais agem em serviço.

Mas há personagens que exigem ainda mais preparação física: "Fiz um filme no Brasil, chamado 'O Segundo Homem', que fala sobre os legionários estrangeiros, em que interpretei um militar e a preparação física foi muito mais exigente. O corpo de um militar é muito mais desenvolvido a nível muscular do que o de um padeiro, por exemplo".

Pedro Carvalho quer ser pai até aos 40 anos

O ator tem as suas metas profissionais bem definidas, mas também os planos para a vida pessoal. Apesar das suas constantes deslocações entre Portugal e Brasil, ser pai é um dos seus objetivos até chegar aos 40 anos. "Quero muito ser pai até aos 40, foi sempre algo que desejei e é um objetivo que vou concretizar", afirma.

Já a caminho dos 36 anos, o intérprete garante que não há pressa. "Acontece quando tiver de acontecer. Claro que trazer uma criança ao mundo é um ato de responsabilidade, mas não vale a pena ficar muito tempo a planear porque depois as coisas não saem como desejamos".

Questionado ainda sobre se se encontra numa relação, Pedro esquiva-se à pergunta tecendo vários elogios à família a àqueles que lhe são mais próximos. "Estou ótimo, sou uma pessoa super feliz e fico extremamente feliz rodeado de família e de quem gosta de mim", remata.

Percorra a galeria de fotos de Pedro Carvalho.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.