Não é a primeira vez que Taylor Swift é generosa para com os seus fãs. Agora, a história mais recente envolve uma jovem portuguesa de 18 anos, que beneficiou da ajuda da famosa cantora norte-americana. Depois de criar uma campanha de angariação de fundos online para conseguir estudar matemática na Universidade de Warwick, Vitória Mário conseguiu chegar à soma de 40 mil libras com uma ajuda preciosa de Taylor Swift, que doou mais de 23 mil libras (cerca de 25 mil euros).

Taylor Swift sobre o papel da mulher: "Somos mais do que incubadoras"
Taylor Swift sobre o papel da mulher: "Somos mais do que incubadoras"
Ver artigo

Através da plataforma Go Fund Me, a cantora doou o dinheiro, ação confirmada pela mensagem que acompanhava a doação. "Vitória, deparei-me com a tua história online e estou tão inspirada pela tua vontade e dedicação em transformar os sonhos em realidade. Quero oferecer-te a quantia que falta. Boa sorte com tudo o que fazes! Com amor, Taylor", escreveu a artista.

Vitória Mário, que se mudou para Londres, Reino Unido, há quatro anos em busca de melhores oportunidades, criou a campanha para conseguir pagar a faculdade, dado que não recebe qualquer ajuda ou bolsa do estado inglês. "Vim de um meio pobre, e a minha escola era considerada média. Sempre fui uma boa aluna em Portugal, mas a minha mãe sabia que não seria suficiente para me ser garantida uma boa carreira", explicou ao site britânico "iNews".

taylor
créditos: Go Fund Me

Feitas as contas, a estudante considerou que 40 mil libras seria a soma necessária para conseguir estudar matemática na conceituada universidade. Com a doação final de Taylor Swift, Vitória conseguiu chegar ao objetivo. "É claro que tenho de agradecer à à Taylor Swift por doar mais de 23 mil libras para a minha campanha. Não teria alcançado o meu objetivo tão rapidamente se não fosses tu", escreveu a jovem na sua conta de Twitter.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.