Todos os dias há restaurantes a fechar. Sejam pequenos negócios, ou suportados por grandes grupos, o impacto financeiro é enorme. Há os que se dedicam agora ao take away e as entregas em casa e outros que optam por ter algum financiamento com a venda de vouchers. A ideia é comprar agora uma refeição para poder usar no futuro, quando o perigo de contágio já tiver passado.

Em Lisboa e no Porto, são já muitos os cafés e restaurantes a aderir a esta forma de negócio. Os Kitchen Dates, em Lisboa, aos vouchers para os já conhecidos brunches de mesa cheia, juntaram também a opção de almoço. Por 15€ tem direito a sopa, prato do dia, sobremesa e café de centeio ou infusão. Quando? Não sabemos, mas podemos já assegurar lugar na mesa.

11 restaurantes que agora lhe levam a comida a casa (e alguns nasceram só para isto)
11 restaurantes que agora lhe levam a comida a casa (e alguns nasceram só para isto)
Ver artigo

Já o Manna, no Porto, a lista de possibilidades é enorme. Este novo espaço que junta ioga e comida vegetariana, oferece agora a possibilidade de comprar vouchers tanto para as aulas, como para diferentes tipo de refeições. Há pequenos-almoços, almoços, vales para cafés, para pão e para kombucha e workshops que se vão realizar no futuro e sem data marcada, ainda que já se saiba o tema: fermentação de legumes.

Confira na fotogaleria, a lista de restaurantes nos quais pode já marcar mesa.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.