À pressão, de garrafa, artesanal, em guerrilha (para quem tem longas discussões sobre qual das duas marcas portuguesas mais conhecidas é melhor e não chega a nenhuma conclusão, só ao fim do copo). No Dia Internacional da Cerveja, temos de tudo um pouco para celebrar e ainda mais: ofertas, petiscos para acompanhar, novas cervejas no mercado e uma forma de fazer o bem planeta simplesmente a beber uma cerveja.

Durante o tempo em que decorreram os confinamentos em Portugal, a cerveja foi por vezes trocada por vinho em casa, porque faltavam os convívios para pedir uma imperial bem fresquinha numa esplanada. Agora que já temos mais liberdade para nos sentarmos em restaurantes e bares, é tempo de retomar os copos cheios de cerveja ora mais convencional, ora feita artesanalmente.

Mergulhar em cerveja: a experiência única num spa em Budapeste
Mergulhar em cerveja: a experiência única num spa em Budapeste
Ver artigo

Saiba onde encontrar algumas desde o Porto até sua casa (através de encomenda online das novas marcas).

Nortada

Dia da Cerveja na Nortada oferece barris e experiências de produção
créditos: Nortada

A Nortada quase dispensa apresentações. É local de convívio no Porto onde à volta das mesas se reúnem amigos e em cima destas pousam (não por muito tempo) as cervejas artesanais. Para celebrar o dia Internacional da Cerveja, a Nortada tem uma programação especial: há roleta cervejeira e provas cegas, acompanhadas dos novos menus harmonizados pelo sommelier da Nortada. Para ajudar à festa, quem passar pelo espaço entre sexta-feira e sábado pode ganhar a oportunidade de acompanhar o método de produção de uma cerveja artesanal e até de criar o próprio rótulo em conjunto com o departamento de marketing. No fim, o sorteado, leva parte da cerveja para casa.

Para celebrar sem preocupações, a Nortada oferece o teste antigénio à sexta-feira e sábado para que entre na sala cheia de cervejas à pressão, mas sem a pressão de poder estar a contaminar alguém enquanto tira a máscara para provar os novos menus harmonizados.

Localização: Rua de Sá da Bandeira, 210, 4000-427 Porto
Reservas: 22 018 1000/geral@fcportuense.pt
Horário: de terça a sábado, das 17h30 às 02h

Fábrica Lince

Fábrica Lince
Fábrica Lince créditos: divulgação

Ainda não foi conhecer o novo tap room da marca de cervejas artesanais Lince? É então o dia certo. O espaço em Marvila, junto à fábrica, foi inaugurado em abril e além das 11 cervejas à pressão disponíveis (a partir de 2,5€), há comida mexicana. Tacos com ananás assado, crema de lima e molho picante (7€), mole caseiro, com coxa de frango grelhada e tortilha de milho azul (7€), e guacamole com nachos (7€) são algumas da especialidades do menu desenvolvido pelo chef inglês Justin Brown para o Tacos’82, que fica dentro do tap room.

Depois de celebrar o dia Internacional da Cerveja, volte ao tap room para provar outras sugestões, como a maçaroca de milho grelhada, com parmesão e coentros (4,50€), acompanhada de kombucha Rooted à pressão.

Localização: Rua Capitão Leitão 1b, 1950-049 Lisboa
Reservas: 912 438 575
Horário: de quarta a sexta-feira das 17h às 22h30 e ao fim de semana das 16h às 22h30

ArtesanaLis Bottle Shop

ArtesanaLis Bottle Shop
ArtesanaLis Bottle Shop créditos: instagram

Quase comparável a uma galeria de arte com cervejas artesanais, o ArtesanaLis Bottle Shop, em Alvalade, é o sítio perfeito para festejar o dia Internacional da Cerveja. É difícil falar em poucos caracteres toda a oferta deste espaço descrita num excel, mas enumeramos, por exemplo, a cerveja lata Wild Little Thing, da Sierra Nevada (4,70€), em garrafa destacamos a Imperial Stout com Tonka, envelhecida em barris de Rum (5,30€) e entre as mais artísticas está a Three Stupid Cheeses, da Hopito (8,80€).

As cervejas podem ser servidas juntamente com petiscos, que não faltam na ArtesanaLis Bottle Shop. Há anéis de cebola com mostarda (5,50€), nachos com salsa (4€), cachorro vegan, com salsicha de soja, batata palha, mostarda e ketchup (5,50€) e chips de batata doce e normal (4€).

Localização: R. Acácio de Paiva 9A, 1700-003 Lisboa
Reservas: 21 247 2063
Horário: de terça a quinta-feira das 15h30 às 21h30 (sexta, sábado das 15h30 até às 22h e domingo até às 20h)

Tasco Force

Tasco Force
Tasco Force créditos: instagram

Já que está por Alvalade, continue com petiscos no Tasco Force para prolongar mais um pouco a celebração deste dia especial. O nome é irónico, principalmente sendo sexta-feira, dia em que ao jantar já é preciso apresentar certificado de vacinação ou teste negativo à COVID-19 para jantar no interior dos restaurantes. Se a estratégia da task force (grupo de trabalho para a vacinação contra a COVID-19 em Portugal) já chegou até si e foi vacinado, não terá problemas em sentar-se de imediato no Tasco Force. Contudo, pode nem precisar de apresentar nada, porque este restaurante esconde um "jardim secreto de Alvalade⁣⁣".

Já o menu não é segredo, por isso podemos revelar algumas sugestões: ovos rotos (7€), tártaro de novilho (13€), ovas de choco à guilho (13€), desfolhada de bacalhau (9,50€). No Tasco Force tem ainda de caber sobremesa para provar o brownie de mojito (3,50€). Tudo isto é bem regado com cerveja à pressão, que se fosse a uma quarta ou quinta-feira ficaria a 1€ durante a happy hour das 17h às 19h (pode sempre guardar na agenda para a próxima semana).

Localização: Rua Acácio de Paiva 5 D, 1700-003 Lisboa, Portugal
Reservas: 214 060 970
Horário: de quarta-feira a sábado das 12h às 22h30

Loonie

Loonie
Loonie créditos: divulgação

No primeiro restaurante canadiano de Lisboa, tem uma oportunidade única para beber uma cerveja no dia que lhe foi dedicado e ainda de provar a gastronomia canadiana forte em molhos e sandes com salada coleslaw, mas essencialmente em comida de conforto. O Loonie abriu em julho, já com uma gama de cervejas larga em número e variedade (desde 2€). Há 15 no total, desde as nacionais às do Canadá, como não podia deixar de ser, e se houver resistentes que cheguem à 10.º, essa não entra na conta. 

Para aguentar tanto álcool, o menu está recheado de pratos tradicionais bem compostos. Destaca-se a poutine, com batatas fritas caseiras, pedaços de queijo e molho caseiro (desde 6,50€) e a sanduíche montreal smoked meat (12,50€), uma sandes com carne curada e fumado e salada coleslaw. Caso não possa ir ao restaurante Loonie já esta sexta-feira, aproveite o sábado para provar o brunch canadiano, com pan scrambler (desde 7,50€) e panquecas fofas (6,50€).

Pode encontrar a Loonie no espaço físico em Lisboa, na Glovo, Uber Eats e Bolt Food.

Localização: Boqueirão do Duro 52, 1200-163 Lisboa, Portugal
Reservas: +351 933 331 155/ info@loonieeatery.com
Horário: de terça a sexta-feira das 12h às 00h (sexta até às 02h); sábado das 9h às 02h e domingo das 9h às 14h

Sovina 500 Cherry Sour

Sovina 500 Cherry Sour
Sovina 500 Cherry Sour créditos: divulgação

A palavra sovina é normalmente atribuída a quem é apegado ao dinheiro. No caso desta nova cerveja, aquilo que a empresa de cervejas artesanais não quis largar mão foi das cerejas excedentes do Piquete da Fruta, empresa que faz parte da aplicação Too Good to Go. Surgiu então a ideia de criar uma cerveja feita com cerejas ainda em bom estado e que contribui para uma causa: evitar o desperdício alimentar. Depois de descaroçadas, as cerejas são trituradas, dando origem a uma polpa que sofre de seguida várias etapas até estar pronta para ser envolvida na cerveja.

https://www.instagram.com/p/CSHFI4dgDf3/

Deste processo, resultou a Sovina 500 Cherry Sour, que já está no mercado, pronta a ser provada e a fazer parte de dias especiais, como o dia Internacional da Cerveja. É um dois em um, já que além de assinalar a data, vai estar a evitar o desperdício alimentar enquanto bebe relaxadamente.

A cerveja está à venda online e em alguns bares de especialidade. Custa 3,5€ por 33c (P.V.P.R).

Mosquita

Mosquita
Mosquita créditos: instagram

Ao mundo das cervejas artesanais, além da nova Sovina, acaba de chegar mais uma: a Mosquita. Resulta de uma parceria entre a empresa José Maria da Fonseca (mais conhecida como JMF) e a 8ª Colina, produtora de cerveja artesanal em Lisboa, e depois de ler este artigo a cerveja vai andar a zumbir nos seus ouvidos pela curiosidade que suscita.

É uma cerveja de sabor doce, graças aos maltes Pale Ale, Münich e Vienna, e acompanha bem pratos leves, como sushi, peixe, marisco e saladas — por isso, vem mesmo a calhar no verão.

A Blond Ale Mosquita, com percentagem de álcool de 5,5%, já está à venda no site José Maria da Fonseca, no Wine Corner by José Maria da Fonseca, em Azeitão, e no El Corte Inglés. Custa 2,49€ (P.V.P.R).

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.