A Pastelaria Suíça fechou portas a 31 de agosto de 2018. Agora, este estabelecimento histórico da capital, fundado em 1922, vai reabrir no mesmo quarteirão, mas desta vez na Praça da Figueira, num espaço mais pequeno (com esplanada). O regresso está marcado para o mês de abril.

O projeto foi levado a cabo pelo grupo de restauração português Primefood, que possui marcas como A Fábrica da Nata, SOHO, Pastelaria Versailles ou La Parrilla, assim como menciona a "Time Out". Esta "reinterpretação" da pastelaria com fabrico próprio contará com alguns clássicos, como o esquimó ou o duchaise.

Han Table Barbacue abre novo restaurante e leva os melhores grelhados coreanos às Avenidas Novas de Lisboa
Han Table Barbacue abre novo restaurante e leva os melhores grelhados coreanos às Avenidas Novas de Lisboa
Ver artigo

"Fiéis à autenticidade do nosso fabrico próprio, mantemos o compromisso de preservar este nome, de homenagear aquilo que consideramos ser património da cidade e salvaguardar a tradição da gastronomia", esclarece a Primefood, no site.

A nova Pastelaria Suíça também vai servir refeições ligeiras. Terá loiças Vista Alegre e dois painéis de azulejo da Viúva Lamego, adianta o mesmo meio de comunicação. Até 2018 (e quase durante um século), o estabelecimento existiu na Praça D. Pedro IV (ou Rossio).

A partir desse ano, a localização foi vendida a um fundo espanhol (Mabel Capital), que estará a planear a abertura de uma das maiores lojas Zara do Mundo. Neste novo capítulo, a Pastelaria Suíça estará aberta todos os dias das 8 da manhã às 22 horas.

A Primefood adianta ainda que, além dos clássicos, existirá também "um leque vasto de novidades carregadas de sabor", "sob a ambição de oferecer uma experiência realmente única, num lugar onde os clássicos da pastelaria tradicional portuguesa convivem harmoniosamente com as mais recentes tendências e inovações gastronómicas".