Ir a um casamento é tarefa para quem tem bons pés, uma vez que não é nada fácil aguentar em cima de uns saltos altos o dia todo, e para quem é um bom garfo para conseguir dar vazão aos banquetes gigantes (ainda que esvaziem num instante). O que custa mais a comer é mesmo o bolo de casamento, habitualmente com vários andares, cujo aspeto imaculado nem dá vontade de partir. Mas não é o que acontece nestes casos.

Em mais de 70 casamentos, a ideia para os bolos até podia ser boa, mas acabou por revelar-se um completo desastre que nem apetece provar. Um parece um cenário de terror com sangue a escorrer pela massapão branca, outro em vez de felicitar os noivos pelo "wedding" (casamento) escreve "weeding", traduzido à letra significa ficar drogado (o que levanta dúvidas sobre o conteúdo do bolo), e talvez o mais inédito são bolos de casamento feitos ora de esparguete, ora de carne crua, e até com bacon. Será que vira tendência?

50 receitas que correram tão mal que só dão para rir (e para nos sentirmos muito melhores chefs)
50 receitas que correram tão mal que só dão para rir (e para nos sentirmos muito melhores chefs)
Ver artigo

Há ainda um bolo que, no fundo, não é um desastre, apenas um retrato da realidade. Diz respeito a um rolo papel higiénico que acompanha a temática dos casamentos em tempo de pandemia de COVID-19.

Estas imagens servem não só para mostrar o que não deve pedir num bolo de casamento, bem como para ficar alerta quanto ao local onde o mandar fazer.

A animação de que precisava para este dia começa em 3, 2, 1.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.