Portugal já foi, por várias vezes, palco de Anitta e das suas dançarinas. No entanto, esta é a primeira vez que o País (e a Europa) recebe Jéssia Suhett, Arielle Macedo, Alline Azevedo e Ohana Lafundes enquanto professoras de workshops de jazz funk. O quarteto vai estar no Pavilhão Municipal da Maia, no Porto, no dia 23 de julho, sábado.

Os workshops vão ser dados individualmente por cada um das bailarinas, distribuindo-se pelas partes da manhã e da tarde. Assim, Jéssia Suhett é quem dá início às festividades, tendo início às 10 horas, seguindo-se Ohana Lafundes, às 11h30. À tarde, é Alline Azevedo que começa, às 16 horas, dando lugar a Arielle Macedo, às 17h30.

Além de poder soltar o bailarino que há em si, a diversão é a palavra de ordem. Além de as “próprias músicas serem propícias a festa”, já é habitual que os eventos da Dance4U tenham “sempre muita animação e interação com o público”, contou Bruno Mourato, presidente da academia de dança, à MAGG.

Por isso, os workshops podem acabar, mas o entretenimento não. Ao final do dia vai haver um DJ set e até mesmo a possibilidade de um meet and greet com as bailarinas. “Nunca será só aquele ambiente em que não há uma reciprocidade - ou seja, vai haver sempre muita interação entre o público e a bailarina, o público e a parte de animação, o público e o DJ”, frisou o presidente da academia.

Le Club Sushi & Disco. Vai abrir o novo spot do Algarve onde pode comer sushi na praia e dançar
Le Club Sushi & Disco. Vai abrir o novo spot do Algarve onde pode comer sushi na praia e dançar
Ver artigo

Malta do centro e sul, não desanimem: os workshops vão percorrer outras localizações do País. “Logo no dia seguinte, o workshop vai decorrer em Lisboa e, na segunda-feira seguinte, vai acontecer o workshop da Alline e da Arielle no Algarve”, contou Bruno Mourato. Ainda assim, não revelou tudo, sendo que “ainda vão aparecer aí mais algumas surpresas”.

Os bilhetes já estão à venda (a partir de 55€) e pode adquiri-los online. Posto isto, é só ir até ao local em questão e deixar-se levar pelo som – e, claro, pelas indicações de quem percebe do assunto.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.