Durante dois meses, as noites de quinta-feira na Doca da Marinha, junto ao Terreiro do Paço, em Lisboa, vão encher-se de animação e cheiros de comida acabada de fazer. São as Night Stories que arrancam a 2 de setembro e prolongam-se até 28 de outubro. O evento vai ter um pouco de tudo: música e cultura, marcas independentes e street food.

O mercado Night Stories vem na altura certa, uma vez que a Estação Sul e Sueste, a Central Tejo e a Doca da Marinha abriram ao público totalmente renovadas em maio, mas há quem ainda não tenha tido oportunidade de ir para junto do rio Tejo para conhecer os novos espaços. Por falar em novo, abriram também na Doca da Marina mais três quiosques Banana Cafe, parceiro do mercado, que tem um taco-boat que nos está a deixar desconcertados.

Estão reunidos os pretextos para ir ao Night Stories, com hora e data marcada para que não falhe o encontro. Para o primeiro dia, a próxima quinta-feira, 2 de setembro, já está garantida música com os extravagantes Venga-Venga, que serão "uma das muitas histórias para contar", dizem os responsável pelo projeto no Instagram.

Antes que pergunte pela comida, antecipamos o que vai poder encontrar: um tradicional onigiri do Onigiria, sandes de pato do BBB Taste, pratos de cogumelos feitos a partir de borras de café da conhecida marca NAM Mushroom Farm e duas obras de arte.

Ostras fresquinhas a 2€? Pode prová-las no La Contessa, em Cascais. Descubra quando
Ostras fresquinhas a 2€? Pode prová-las no La Contessa, em Cascais. Descubra quando
Ver artigo

A primeira é mais natural, ostras com vinho natural do Oyster Point, e a segunda vai ao carvão e diz respeito ao piano à moda de Mozart, isto é, do restaurante Mozart - Piano no Carvão.

O evento semanal vai também contar com marcas independentes, desde as roupas da Wheat & Rose e as peças originais da Goat Wearable Culture, ao calçado sustentável da Friuli Shoes, e as marcas Arcane Jewelry e Cecile Mestelan.

Marque na agenda: as Night Stories acontecem todas as quintas-feiras até outubro das 17h à 1h30.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.