Fim de semana com temperaturas acima dos 30ºC? Não queremos ser desmancha prazeres, mas é sinónimo de praias a abarrotar, pouco espaço para estender a toalha e filas intermináveis: seja no trânsito ou até mesmo nos bares junto ao areal, para pedir um pires de caracóis, um sumo ou a típica cerveja.

Temperaturas de (quase) 40ºC e poeiras do Saara estão a chegar. Saiba como se deve proteger
Temperaturas de (quase) 40ºC e poeiras do Saara estão a chegar. Saiba como se deve proteger
Ver artigo

Ainda estamos em maio e — há que dizê-lo — para passar horas em praias a rebentar pelas costuras já nos bastam os meses de verão. Desta vez, deixe o biquíni na gaveta e abrace outros programas para ocupar este fim de semana.

Pode dar a volta ao mundo sem sair do Jardim Botânico, no Príncipe Real, em Lisboa (e sem pagar um único cêntimo), derreter-se e passar horas a falar à bebé com animais fofinhos no Pet Festival, na Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações, ou até dar corda aos sapatos e participar na Color Run by Vinho Verde, em Braga — uma corrida repleta de música, vinho, dança, vinho, animação e...vinho, claro.

Mas as opções não ficam por aqui. Espreite a lista que se segue e anote todos os eventos que não pode perder já este sábado e domingo, 21 e 22 de maio, respetivamente.

Color Run by Vinho Verde (Braga)

Bem sabemos que está calor, mas quem corre por gosto não cansa, certo? Principalmente com pós coloridos à mistura. E este sábado, 21 de maio, temos o programa perfeito para quem gosta de correr e manter um estilo de vida ativo, mas não dispensa um belo copo de vinho. 

The Color Run by Vinho Verde está de regresso e, este sábado, 21, leva até Braga uma corrida dedicada à celebração do famoso Vinho Verde, que termina com a chegada à meta seguida de uma festa com Wine Experience by Vinho Verde (experiência de vinhos, em português), na qual há degustações e harmonizações para experimentar.

Tentador? Muito. E temos boas notícias para quem não pode estar presente já este sábado, 21: a Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), responsável pela organização da festa, tem ainda outras duas corridas previstas para breve. no caso, em Oeiras, a 4 de junho e, ainda, em Gondomar, a 23 de julho.

Pode adquirir o bilhete para a corrida deste sábado, em Braga, aqui.

World Fest. Dê a volta ao mundo sem sair do Jardim Botânico (Lisboa)

Correr mundo sem sair de Lisboa e sem gastar um único cêntimo? Parece mentira, mas é o que vai acontecer se decidir espreitar o World Fest, já este sábado, 21 de maio, no Jardim Botânico do Príncipe Real, em Lisboa.

Isto porque se celebra o dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento e este festival multicultural convida os visitantes a explorar culturas espalhadas pelo mundo inteiro, através de sabores e receitas diversificadas, música ou até workshops grátis.

A programação centra-se em workshops gratuitos abertos a todas as idades (alguns focados em artes como a caligrafia ou a tecelagem), mas as experiências não se ficam por aqui. Haverá ainda espaço para a música e dança com ritmos funk, a atuação de uma banda que também dará workshops de dança brasileira. E, para terminar o dia em grande e fechar a festa, estará ainda um DJ a tratar da banda sonora.

Ah, já agora, este sábado a dieta fica à porta do Jardim Botânico, sim? É que, sem spoilers, há propostas gastronómicas da Argentina, Países Baixos, Tailândia, Alemanha (e muitas mais) que o prometem "levar a viajar", garante a organização. 

O World Fest acontece já este sábado, 21, das 11h às 19h, e a entrada é gratuita.

Derreta-se com animais fofinhos no Pet Festival (Lisboa)

Aqui, até tem margem de manobra, já que pode visitar este Festival da Família e dos Animais de Companhia desde esta sexta-feira, 20, até domingo, 22.

O que pode esperar? Para além de se derreter com animais fofinhos a cada dois passos, pode contar com um lugar onde todas as espécies e raças se veem representadas: cães, gatos, aves, equídeos, répteis e exóticos, peixes, roedores e pequenos mamíferos, animais de quinta e até alguns insetos que podem ser considerados animais de companhia.

Para além disto, e da visita acompanhada dos animais de companhia, se assim o desejar, será ainda desafiado a experimentar um conjunto de "atividades lúdicas, desportivas e formativas que normalmente apenas são acessíveis a animais de competição e a criadores especializados", garante a organização do festival. 

Pode adquirir os seus bilhetes aqui (a partir de 8 euros). Ainda assim, a entrada é gratuita a crianças até aos 4 anos e há preços especiais para crianças e jovens (dos 5 aos 15 anos) ou maiores de 65 anos: o bilhete fica a 5€ , desde que a aquisição seja feita exclusivamente na bilheteira da FIL.

Dê um pulinho à Malaposta e assista ao "Espectador" (Lisboa)

Quando decidimos assistir a uma peça de teatro, tendemos a não pensar muito sobre o assunto. Afinal, compramos o nosso bilhete e, além de corpo presente, geralmente, pouco ou nada mais nos é exigido.

Isto, regra geral, claro. Já que a peça "O Espectador", no Centro Cultural da Malaposta até este domingo, 22 de maio, veio trocar-nos as voltas. Aquela sala, pequena e escura, é palco de um meta-teatro, que mete o público em cheque, sem que o protagonista, Daniel Freitas, na pele de Augusto, interaja uma única vez com quem está a assistir. 

Somos confrontados com a forma preconceituosa com que o mundo lida com temas como a homofobia e a discriminação de imigrantes através da história de Augusto, "um homem com 35 anos, homossexual, imigrante, que vive com a sua mãe numa relação opressiva e que encontra no teatro o seu refúgio (ou amor), no qual replica a relação tóxica". Isto, de acordo com a sinopse, que aliciou a MAGG a assistir à anteestreia da peça.

Não, não é uma peça leve e de fácil compreensão. É confusa e incrivelmente desconfortável. Mas necessária, atual e relevante. Pode adquirir o seu bilhete (12€) aqui. Este sábado a sessão arranca às 20h e domingo às 16h.

Este domingo rima com "Menina do Mar" e música ao vivo (Porto)

Ler é bom, mas assistir à história que nos fascinou em papel ganhar vida em cima de um palco é uma experiência totalmente diferente. E este domingo, há uma surpresa no Porto para todos aqueles que se deixaram derreter pela história de "A Menina do Mar", de Sophia de Mello Breyner Andresen (que faz parte do Plano Nacional de Leitura). 

Trata-se de uma história de amizade entre um rapaz e a Menina do Mar, a protagonista que dá nome a este que foi o primeiro conto infantil da autora, editado em 1958. "Cada um vive no seu mundo, o rapaz na terra e a menina no mar, mas a curiosidade de ambos leva-os a querer partilhar essas diferenças: a menina fica a saber o que é o amor, a saudade e a alegria; e o rapaz aceita viver com ela no fundo do mar", avança a sinopse.

Este domingo, a amizade destas duas crianças vai ganhar vida no Coliseu do Porto, através dos Concertos Promenade. No caso, através de um conto musicado pelo compositor Fernando Lopes-Graça, que escreveu uma obra em vários andamentos, inspirada na história de Sophia, e que pode ser combinada com a narração.

Trata-se de uma sessão descontraída, perfeita para toda a família. Acontece já este domingo, 22, começa às 11h00 e os bilhetes custam entre 8€ e 14€. Sendo que há descontos para famílias, Amigos Coliseu e maiores de 65 anos.

Coliseu do Porto
créditos: divulgação

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.