O Natal pede disto e não há por que torcer o nariz. O terceiro filme da saga "A Princesa e a Plebeia", que se iniciou em 2018 com o lançamento do primeiro filme, chegou ao catálogo da Netflix a 19 de novembro e já está a subir na lista dos conteúdos mais vistos pelos portugueses na plataforma de streaming.

Nesta história, que serve como continuação do segundo filme, estreado em 2020, acompanhamos as aventuras de Margaret e Stacy que, apesar de fisicamente semelhantes, são diferentes em tudo o resto. Margaret é uma princesa, e Stacy uma jovem americana, igual a tantas outras, e pouco dada a luxos.

"Love Hard". O novo filme romântico (e natalício) da Netflix que está a conquistar os portugueses
"Love Hard". O novo filme romântico (e natalício) da Netflix que está a conquistar os portugueses
Ver artigo

Tal como no primeiro e segundo filme, também aqui as duas fazem por trocar de papéis na altura do Natal. Só que agora, em "A Princesa Volta a Ser Plebeia... Outra Vez", há uma nova agravante: o facto de, descobrimos logo ao início, haver uma terceira sósia (Fiona) que promete atrapalhar os planos das duas mulheres.

Mas à troca de papéis junta-se ainda outro dilema de proporções catastróficas: o facto de uma relíquia pertencente à realeza, e de valor inestimável, ter sido roubada sem que ninguém tivesse dado conta.

O filme oferece aquilo a que o franchise já nos habituou. Ou seja, caos, diversão, enredos não muito complexos e cenários deslumbrantes que gritam dinheiro e investimento.

No final, por muito drama que seja montado no início da história, tudo acaba bem. Nem podia ser de outra forma.

Realizado por Mike Rohl, "A Princesa Volta a Ser Plebeia... Outra Vez" conta com um elenco composto por nomes como Vanessa Hudgens, Remy Hiii, Sam Palladio, Nick Sagar, Amanda Donohoe e Florence Hall.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.