O Village Underground Lisboa vai inaugurar, a 19 de abril, a Skoola, uma nova academia de música urbana para jovens e que contará com artistas como Pedro Coquenão e Karlon. As aulas serão lecionadas dentro das salas de eventos, dos contentores e dos autocarros que compõem o espaço, localizado em Alcântara, Lisboa.

Direcionada para jovens "de todos os backgrounds" sociais, a Skoola pretende ser uma "academia onde não há um professor", mas sim "muita gente com quem aprender". O objetivo desta nova academia de música, diz a organização, passa por dar espaço aos jovens para descobrirem o seu potencial musical.

Concerto bolha. Assim é uma experiência musical em tempos de pandemia
Concerto bolha. Assim é uma experiência musical em tempos de pandemia
Ver artigo

"Acreditamos no poder transformador da música, principalmente junto dos jovens, já que é central na vida de todos e tem um papel fundamental no seu bem-estar físico e emocional. Em muitos casos, é a forma de expressão mais fácil de usar. Ensina-nos coisa sobre nós próprios, mas também sobre o mundo à nossa volta", diz Mariana Duarte Silva, co-fundadora e diretora do Village Underground Lisboa, em comunicado oficial.

Após a inauguração, a academia vai estar aberta todos os dias das semanas, das 17h às 20h, e contará sempre com a presença de músicos graduados para lecionar as aulas e dar apoio aos alunos que se inscrevam.

Vai abrir uma nova academia de música urbana para jovens em Lisboa
O espaço do Village Underground Lisboa créditos: Village Underground Lisboa

As inscrições, abertas a todos os jovens entre os 10 e os 18 anos, devem ser feitas através de um e-mail para ola@skoola.pt. Nessa mensagem, deve ser indicado o nome e a idade do inscrito, bem como quaisquer outras informações sobre a sua ligação com a música.

Quanto aos valores das aulas, há duas modalidades: duas aulas por semana equivale a 90€ por mês, enquanto três aulas por semana faz aumentar o valor para 120€. No ato da inscrição, é obrigatório o pagamento de 20€.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.