Boas notícias. Ou então não, depende. Se é dos que gostam de descobrir novos jogos que o vão deixar viciado no telemóvel, então são boas notícias. Mas também pode ser uma daquelas pessoas que preferem nem instalar estas apps, porque já sabem que vai ser uma desgraça, com horas e horas agarrado do smartphone. O universo de "Os Sims" chegou aos telemóveis e já pode começar a pensar no nome perfeito para a sua família virtual.

Dê descanso ao smartphone. Quem lhe pede é o seu corpo
Dê descanso ao smartphone. Quem lhe pede é o seu corpo
Ver artigo

"The Sims Mobile" já tinha sido anunciado em 2017 pelas empresas EA Games e Maxis, as mesmas responsáveis pelos jogos originais para computador e consolas. Quase um ano depois, a 6 de março, chegou às lojas da Apple e da Google e, segundo escreve a revista "Mashable", é já um caso de sucesso — ocupando o top 10 de downloads de ambas as plataformas.

Que atire a primeira pedra quem nunca criou uma família em "Os Sims" que fosse semelhante à da vida real. Ou quem nunca fez pequenas maldades como construir casas sem portas para as personagens, ou deixá-los à fome durante longas sessões de jogo. Não há que ter vergonha de admitir o óbvio. Por vezes, todos somos um bocadinho sádicos.

O jogo permite tudo aquilo a que estava habituado no computador. Com a diferença de poder jogar a qualquer altura e em qualquer lugar. Desde criar a família ideal, construir e mobilar a casa dos seus sonhos, a levar as personagens ao trabalho, há um leque de possibilidades enorme.

A mecânica base dos jogos originais mantém-se. Além de poder influenciar os hóbis e os gostos pessoais de cada personagem, pode ainda definir os traços mais marcantes da personalidade do seu Sim e manipulá-lo a tomar determinadas ações consoante o meio que o envolve.

De maneira a adaptar "Os Sims" ao universo mobile, foi introduzida uma nova funcionalidade que limita a energia do seu Sim. Quando esta chegar ao fim, fica impedido de jogar enquanto a barra de energia não recarregar.

O processo pode ser agilizado através da compra — com dinheiro real — de energia na loja virtual, ou através do desbloqueio de desafios dentro da plataforma. Pode ainda usar o SimCash, a moeda virtual do jogo, para comprar roupas e mobílias exclusivas.

Mas nem tudo são boas notícias. Sabe aqueles códigos malandros que triplicavam o orçamento familiar e que lhe permitiam ter apartamentos de luxo? Não funcionam nos smartphones e obrigam-no a ter uma sessão de jogo honesta. Lamentamos, mas terá de se vingar nos seus Sims.

O "The Sims Mobile" está disponível gratuitamente para smartphones com sistema operativo iOS e Android.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.