Depois de três dias (e se contarmos com os jantares de natal, um mês e meio) a rodar entre bacalhau cozido, cabrito assado e farrapo velho, começamos a pensar na ementa da noite de 31 de dezembro — e ficamos enjoados só de imaginar que se repete tudo. Encontrar alternativas não é fácil: ou é mais do mesmo, ou é extraordinariamente caro. Mas temos uma sugestão. 

O U.M.I., reconhecido pelo sushi elaborado com peixe fresco, e pela oferta variada de pratos asiáticos conta com dois espaços. Um no Parque das Nações, e outro, mais recente, junto ao El Corte Inglês, em Lisboa. Para terminar o ano, o U.M.I. não só preparou um menu alternativo aos pratos de fim de ano, como ainda oferece o vinho e a sobremesa.

Elaborado para partilhar, o menu de passagem de ano conta com três entradas, um combinado de 60 peças, duas doses de panna cotta e uma garrafa de vinho. Tudo por menos de 40€ por pessoa — o que dificilmente vai encontrar em restaurante algum.

Para entrar com o pé direito, o jantar começa com três entradas. Guyozas (de legumes ou de frango) cozidas ou fritas, atoche de salmão (um género de croquetes de salmão panado) e um tártaro de salmão com guacamole, ovas de masago e, para acompanhar, folhas de arroz crocantes. 

Para acompanhar a refeição e brindar ao ano de 2022, uma garrafa de vinho da Herdade de S.Miguel de 2020, colheita selecionada.

De volta à comida, passamos a um clássico (mas dos que não enjoam). Um combinado de 60 peças que se divide entre sashimi, gunkas, uramikis, hosomakis e, claro, hot rolls. Tudo na quantidade certa para dividir sem deixar de provar nada.

E porque nesta altura as calorias não contam, o final de ano termina com duas doses de um clássico de sucesso: panna cotta com calda de frutos vermelhos.

O menu de passagem de ano está disponível para levantamento nos dois restaurantes, Parque das Nações e Avenida, ou para entrega ao domicílio através das aplicações Glovo e UberEats, pelo valor de 79,50€. 

Se preferir deixar de lado as viagens e os pratos, o U.M.I. estará aberto e pronto para o receber com uma outra proposta de menu para uma passagem de ano igualmente especial. 

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.