Fundada há mais de duas décadas, a marca italiana Primadonna chega agora a Portugal. Mais concretamente ao Largo do Rato, em Lisboa que, desde o final de abril, tem um escaparate repleto de cor.

Vai casar este ano? Zilian tem sapatos confortáveis e feitos à medida para aguentar os saltos todo o dia
Vai casar este ano? Zilian tem sapatos confortáveis e feitos à medida para aguentar os saltos todo o dia
Ver artigo

Dos sapatos aos acessórios, a Primadonna combina o design italiano com preços que não implicam vender um rim. E essa relação qualidade-preço foi a razão principal que levou a família Choon (os pais, João e a Alexandra e as filhas, Filipa, Bárbara e Alexandra) a decidirem concretizar um sonho antigo: abrir uma sapataria.

À MAGG, Alexandra, uma das três filhas do casal, explica como é que começou a relação da família com a marca. "Os meus pais vão muitas vezes a Itália e sempre nos trouxeram muitos sapatos. Sempre adoraram o design desta marca. E sempre foi um sonho deles abrir uma sapataria. Entretanto, tiveram muitos outros negócios e acabaram por nunca abrir. Mas com isto da COVID-19, estávamos todos em casa e começámos a pensar 'temos que abrir, temos que abrir'", conta a jovem.

primadonna
Filipa, Bárbara, Alexandra, João e Alexandra Choon créditos: DR

Alexandra Choon, a matriarca da família, explica porque é que, juntamente com o marido, escolheu trazer a Primadonna para Portugal. "Esta marca tem design a um preço bastante acessível. Essa relação era bastante importante. Por isso é que, quando lhes trazíamos sapatos, não trazíamos um par, mas três. Tem muita moda, tem uma qualidade muito boa e um preço muito acessível a todas as pessoas em início de carreira, em que têm de usar determinado padrão de sapatos", conta a empresária.

Dos sapatos às carteiras, espreite as peças coloridas que nos apaixonaram

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.