Depois de lhe termos dado algumas dicas fundamentais para arrasar num casting, chegou a altura de perceber exatamente aquilo a que deve ter atenção durante uma produção fotográfica de alto nível. É que embora não pareça, ser modelo em Portugal pode não estar assim tão distante. Só precisa de ter as ferramentas certas e submetê-las a avaliação.

A boa notícia é que o L’Agence Go Top Model, o concurso da L’Agence que nasceu em 2013 e que procura lançar novos rostos da moda em Portugal, já está marcado. A edição deste ano vai acontecer a 19 de julho, em Lisboa, e está direcionado a todos os jovens que tenham idades compreendidas entre os 14 e os 22 anos.

7 dicas essenciais para arrasar num casting (e causar boa impressão)
7 dicas essenciais para arrasar num casting (e causar boa impressão)
Ver artigo

Depois de vários testes, serão eleitos dois finalistas — um rapaz e uma rapariga — que passarão a estar representados pela agência de talentos, a L'Agence, e poderão começar a dar os seus primeiros passos no mundo da moda. E porque não queremos que nada lhe corra mal, falámos com Elsa Gervásio, diretora da L'Agence que, apoiada nos seus anos de experiência, nos dá algumas dicas para uma sessão sessão de fotográfica sem percalços.

Desde ter atenção a certas partes do corpo e mostrar-se sempre confiante e com vontade de arriscar, vale de tudo um pouco.

Mostramos-lhe algumas dicas essenciais.

Dica #1. Tenha atenção ao mood da sessão

Afinal, o que é que se pretende comunicar na sessão fotográfica que vai protagonizar? Essa deverá ser a primeira pergunta que deverá fazer.

Trata-se de uma campanha comercial com um produto ou uma marca associada? É um fashion editorial? Ou trata-se de uma produção mais conceptual ou artística?

O registo deverá ditar a forma, ou seja, se deverá apresentar-se com uma atitude mais descontraída e sorridente ou se o trabalho em questão pede mais seriedade ou neutralidade.

Dica #2. Faça alguma pesquisa e treine em casa

Esta dica parece óbvia, mas é fundamental. Palavra de quem percebe do assunto.

Antes de um qualquer produção fotográfica, faça aquilo a que se chama o trabalho de casa. Ou seja, veja as produções de outros modelos nacionais e internacionais para perceber como é que tudo funcional ao mais alto nível. No entanto, é importante que esta pesquisa sirva apenas para inspiração e nunca para imitação.

Terminado este passo, treine algumas das poses em frente ao espelho. Foque-se no rosto, mas também no corpo em geral para que consiga perceber quais os seus pontos fortes quando estiver a ser fotografado. E olhe que tudo conta.

No momento da produção, e se sentir que há necessidade disso mesmo, não tenha vergonha de pedir para ver as fotografias ao fotógrafo em questão.

É aqui que poderá trabalhar diretamente com ele, que o captará pela sua lente, para que o trabalho vá ao encontro da abordagem pedida.

Dica #3. Mantenha a comunicação sempre aberta

Esta vem no seguimento da dica anterior. No momento de uma produção fotográfica, o profissional com a câmara será o seu parceiro neste trabalho.

Por isso, não há nada como manter uma comunicação aberta e fluida para que, juntos, possa perceber se, enquanto modelo, está a ficar bem nas fotografias e se tanto o rosto como o cabelo combinam com a pose que está a fazer.

O casting da L'Agence já tem data marcada e nós queremos que nada lhe corra mal. Por isso, deixamos algumas dicas para uma sessão fotográfica sem quaisquer percalços.

Dica #4. Seja confiante e não tenha medo de arriscar

Esta é, talvez, uma as dicas de ouro. Independentemente do trabalho que vá realizar, mostre-se sempre confiante e tenha uma boa atitude em todos os momentos.

Parece trivial, mas Elsa Gervásio, diretora da L'Agence, garante que essa boa vibe e atitude transparecem para a fotografia. "Por vezes, é mais importante do que a aparência física", diz.

Além disso, não tenha receio de arriscar poses diferentes — desde que isso seja permitido, claro. Uma produção fotográfica é sempre o melhor momento para que um modelo possa mostrar o seu talento e a sua criatividade.

Por isso, e sempre que houver liberdade para isso, arrisque. Não faça, no entanto, poses demasiado sensuais.

Dica #5. Sorria com os olhos

"Ok, como assim?", estará, provavelmente, a perguntar-se depois de ler a dica. A explicação é simples. Qual é a primeira coisa para que olha quando vê uma fotografia? Os olhos, certo?

Não é por acaso que isso acontece. O olhar do modelo deve ser o foco principal de qualquer boa fotografia e, também por isso, o olhar deve estar sempre de acordo com aquilo que se pretende de uma determinada produção fotográfica e daquilo que ela quererá comunicar.

Por isso, treine em casa para que, seja qual for o contexto, o seu olhar fale mais do que a pose ou o cenário que está à sua volta. Serão sempre um complemento, claro, mas serão os olhos o grande foco.

Dica #6. Precisa de fazer uma pausa? Peça-a

Não há que ter vergonha ou receio de pedir uma pausa durante uma sessão fotográfica, seja essa pausa para beber água, ir à casa de banho ou descansar.

Por vezes, há sessões fotográficas intensivas que podem demorar algum tempo e o ideal é que tanto o fotógrafo como o modelo estejam em sintonia. É importante que ambos mantenham-se sempre comunicativos para agilizar pequenas pausas ao longo da sessão.

O objetivo, claro, é sempre o mesmo: garantir que o produto final está o mais próximo possível do desejado.

Dica #7. Esqueça a tensão e tenha atenção às mãos e aos pés

Sabemos que é fácil dizer, mas é importante que se habitue a abstrair do nervosismo associado a um qualquer trabalho fotográfico. É que essa tensão transparece diretamente para a fotografia, especialmente no rosto e nos ombros.

Relaxe. O produto final dependerá disso mesmo. Da mesma forma, tenha muita atenção às mãos e aos pés que, devido às suas particularidades, não são as partes do corpo mais fáceis de fotografar.

Opte sempre por surgir da forma mais natural possível nas suas poses.

Dica #8. Use a luz a seu favor

Por último, outra dica de ouro: use a luz a seu favor para que a sua imagem e o seu corpo saiam reforçados em cada produção fotográfica.

Para isso, tenha atenção à posição dos focos de luz no estúdio e evite ter sombras a sobrepor-se pelo seu rosto. A única exceção a esta regra, claro, é se isso for o pretendido para o produto final.

Para se candidatar ao L’Agence Go Top Model, passe a 19 de junho pelo casting, em Lisboa. O local ainda não é conhecido, mas será comunicado muito em breve.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.