É com muita pena que lhe dizemos o seguinte: já não se fazem passadeiras vermelhas e vestidos como antigamente. Sentimentos como a adoração e o desejo simplesmente não acontecem e são substituídos por um ‘Eu já vi isto nalgum lado’. E porquê? Porque já quase não existem vestidos capazes de nos roubar o coração e aqueles que percorrem a passadeira vermelha são apenas mais do mesmo.

A 77.ª edição dos Globos de Ouro não foi exceção. Apesar de a abertura da cerimónia ter sido “uma lufada de ar fresco”, como explica o jornalista da MAGG Fábio Martins, a passadeira vermelha que a precedeu foi fraquinha.

O humor ácido de Ricky Gervais e os discursos. Tudo sobre a 77.ª gala dos Globos de Ouro
O humor ácido de Ricky Gervais e os discursos. Tudo sobre a 77.ª gala dos Globos de Ouro
Ver artigo

Vestidos com cortes semelhantes, nada capazes de deslumbrar e pouca aposta na originalidade. No extremo oposto, temos vestidos que não conseguimos compreender – não é, Jennifer Lopez? – com tecidos um pouco duvidosos – sim, estamos a falar de ti, Sienna Miller – e modelos que não favorecem em nada os corpos das atrizes.

A MAGG selecionou os 10 melhores e piores vestidos da noite. Se em primeiro lugar ficam as celebridades que jogaram pelo seguro, em último ficam as personalidades que arriscaram, mas com tiros ao lado, como Michelle Williams ou Sienna Miller.

Newsletter

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma magazine para mulheres MAGGníficas. A MAGG faz um apanhado das mais estranhas que encontrámos nos sites das lojas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.