A Control pode ser mais conhecida pelos preservativos — bem como pela forma original e bem humorada com que comunica nas redes sociais —, mas a verdade é que a marca tem cada vez mais produtos disponíveis dedicados a momentos de intimidade e não só. O lançamento mais recente é a pensar nas mulheres, mais precisamente nos cuidados da vagina.

A secura vaginal é um problema frequente entre as mulheres, mas não tem de o ser
A secura vaginal é um problema frequente entre as mulheres, mas não tem de o ser
Ver artigo

A nova linha Me&V é composta por três produtos dedicados ao cuidado e proteção da zona íntima da mulher, uma área com "características naturais de defesa fisiológica que devem estar em equilíbrio, como o ph e a flora vaginal, garantindo a proteção contra contaminações exteriores", salienta a marca em comunicado a propósito deste lançamento. Mais: sabia que qualquer distúrbio no ph ou flora vaginal pode originar infeções ou inflamações?

Da mais recente gama da Control, fazem parte os seguintes produtos: Moisturizing V-Cream (10,99€), um creme hidratante com ácido hialurónico e aloe vera — indicado para toda a vulva, incluindo grandes e pequenos lábios —, que previne a secura e as dores causadas por relações sexuais frequentes ou muito esporádicas, e que ainda pode ser usado como tratamento pós-depilação; o Refresh & Go Intimate Spray (9,99€), um spray refrescante e protetor que funciona como uma alternativa mais ecológica à toalhita íntima, com o benefício de prolongar mais o odor fresco; e ainda o Protective Massage Cream (10,99€), um creme protetor de massagem que nutre profundamente sem a zona ficar gordurosa.

A linha Me&V tem em comum ingredientes naturais para manter o equilíbrio natural da pele e oferecer uma proteção extra, bem como embalagens eco-sustentáveis. Todos os produtos da nova gama da Control encontram-se disponíveis em farmácias e parafarmácias e podem ser comprados sem receita médica.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.