Chama-se Hunter Board e é um skate elétrico com sistema de suspensão independente que foi destacado pela conceituada revista norte-americana "Time" como uma das 100 melhores invenções de 2020. Mas a tecnologia inovadora, do skate feito e desenhado em Portugal, não é o único destaque desta invenção.

Em menos de nada, vendeu as primeiras 50 unidades online e contou com mais de 6 mil inscritos a nível mundial na plataforma de inovação Olisipo Way e do business angel Ideias Glaciares, através da qual conseguiram um financiamento no valor de 150 mil euros no ano passado.

A razão para este boom? O facto de todos quererem mover-se num skate inédito cuja tecnologia que permite andar a uma velocidade máxima de 55 quilómetros por hora sob uma suspensão independente que aguenta mesmo os pisos em piores condições e até fazer curvas em ângulos de 25 graus.

A juntar a tudo isto, o skate elétrico da empresa Hunter Board tem uma autonomia de 38 quilómetros, baterias removíveis (de fácil substituição) e é ainda resistente à água.

hunterboards
créditos: hunterboards

Por detrás do projeto estão quatro jovens portugueses, Pedro Andrade, Miguel Morgado, João Gomes e Duarte Lino, que canalizaram para uma unidade instalada no Carregado a fabricação dos skates. As entregas começarão a ser feitas entre o final deste ano e o início de 2021.

É possível reservar o skate inovador através do site, custa 1.849 dólares (cerca de 1.562,71€).

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.