Embora com nove meses de atraso, o serviço de encontros do Facebook está, finalmente, a caminho de Portugal. Espera-se que comece a estar acessível a todos os utilizadores portugueses já a partir desta quinta-feira, 22 de outubro, e terá o nome de Encontros do Facebook. Ainda que o serviço queria distanciar-se da concorrência, como as aplicações Tinder ou o OkCupid, a ideia é exatamente a mesma — possibilitar encontros com possíveis parceiros românticos através de uma aplicação com com base na localização geográfica.

E aqui não há swipes para demonstrar interesse, mas sim o envio de um coração. Ao enviar, o utilizador destinatário é alertado e, caso também este demonstre interesse, pode responder e dar início àquilo que o serviço diz ser um encontro virtual e que, na verdade, não é mais do que uma vídeochamada. Para evitar perfis falsos, a empresa limitou o acesso do serviço apenas a quem já tenha conta de Facebook criada.

É possível encontrar o amor no LinkedIn? Fomos falar com quem passou por esta experiência
É possível encontrar o amor no LinkedIn? Fomos falar com quem passou por esta experiência
Ver artigo

Outra das funcionalidades deste Encontros do Facebook é a possibilidade de escolher até nove paixões secretas. Ou seja, nove amigos ou seguidores do Facebook ou Instagram por quem tenha algum interesse romântico. Ao contrário da funcionalidade básica (o envio de um coração), esta é privada e o seu interesse romântico só será notificado se também ele usar a aplicação e o tiver escolhido como uma das suas paixões secretas.

O serviço será inteiramente gratuito para os utilizadores que, no entanto, verão anúncios de publicidade durante a utilização do serviço — já que é esta a grande fonte de receita da empresa.

Quando um utilizador se regista no serviço, divulga dados pessoais como a localização, altura, género, crença religiosa, e número de filhos daquele que considera ser o parceiro ideal.

De momento, o serviço está a ser implementado em todo País e deverá estar inteiramente disponível nas próximas horas.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.