Os agricultores e pretendentes de "Quem Quer Namorar Com o Agricultor" não estão satisfeitos com as imagens que estão a passar nos diários e na emissão de domingo do formato da SIC. Alguns participantes acusam a produção de manipular as imagens e até de não terem as condições necessárias nas quintas.

Pretendentes trancam José Luís, agricultor da SIC, e Andreia no galinheiro. "Estão a beijar-se"
Pretendentes trancam José Luís, agricultor da SIC, e Andreia no galinheiro. "Estão a beijar-se"
Ver artigo

"A grande maioria está muito chateada com o que aconteceu. Isto já não é um problema de agora, as pessoas queixam-se que as imagens são muito manipuladas, é tudo fabricado, para que pareça uma coisa que não é", começa por contar uma fonte próxima de um dos participantes à "TV 7 Dias".

Os pretendentes são aqueles que mais se mostram insatisfeitos, pois são vistos como os vilões do programa. "Cortam, tiram, põem tudo o que querem, vão buscar uma palavra numa frase que está completamente descontextualizada e depois parece outra coisa", refere a mesma fonte.

Algumas pretendentes não tinham o que comer

Mas a "manipulação" das imagens não é o único motivo de revolta das pretendentes do programa conduzido por Andreia Rodrigues. É que, nas quintas dos agricultores, algumas pretendentes chegaram a passar fome, de acordo com a mesma fonte.

"Em algumas quintas não havia comida suficiente, como por exemplo na quinta do Aurélio. Elas passavam fome! Chegaram mesmo a ter de se queixar à produção e fazer uma lista de compras, porque não tinham o que comer", escreve a publicação do grupo Impala.

Tudo porque o agricultor de Viseu não tinha o hábito de jantar e as suas pretendentes viram-se sem comida no frigorífico. "O Aurélio não jantava à noite e o frigorífico não tinha nada. A produção é que fez chegar às raparigas leite, cereais e as coisas que elas pediram, porque não tinham nada", remata.

Na quinta de Aurélio estão hospedadas, para já, três pretendentes: Cátia Ferreira, de 32 anos, Cristiana Cunha, de 33, e Leandra Ricardo, de 39.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.