O "All Together Now" deste domingo, 28 de março, ficou marcado por alguma discórdia entre os jurados sobre o concorrente Gabriel Gomes. Em entrevista, o cantor confessou ter ficado desiludido ao ouvir as afirmações de Rita Pereira e Gisela João, que consideraram não ser merecedor de um lugar no pódio.

Tudo aconteceu porque o jovem de 24 anos ocupava o terceiro lugar no pódio, depois de conquistar 64 jurados. Mas aquela posição gerou polémica entre alguns elementos do júri. "Comparar esta miúda com o que aquele miúdo fez, é muito injusto", atirou a presidente do júri, referindo-se também à atuação de uma outra concorrente.

Nesse momento de tensão, Gabriel não conteve as lágrimas e Rita Pereira teceu alguns comentários sobre o participante. "Está a chorar, sabes do que é sinal? Que não pode estar naquela cadeira. Tem de aguentar que digam mal dele. E quando for conhecido e levar com tudo o que eu levo? Vai chorar cada vez que ler um comentário?", questionou a atriz, à conversa com outro jurado.

O concorrente do Porto confessou ter ficado "triste" com a opinião dos dois rostos do programa apresentado por Cristina Ferreira. "Fiquei triste, mas por mim está tudo bem. Achei que foi demasiado e não gostei, é preciso ter cuidado com as palavras e com os sentimentos das pessoas", contou Gabriel em conferência de imprensa.

Aproveitando para agradecer a Zé Manel, um dos elementos do júri que o defendeu naquele momento, Gabriel definiu toda aquela situação como constrangedora. "Assim prejudicam o concorrente, não lhe estão a fazer favor nenhum", disse Zé Manel, acabando por ser imediatamente abordado por Gisela João, que perdeu as estribeiras. "Vai fazer o 'Big Brother', atirou a fadista.

Para além de toda a polémica, Gabriel ainda foi acusado de imitar Salvador Sobral com o tema "Amar pelos Dois", que levou Portugal à vitória no Festival Eurovisão da Canção em 2017. O cantor disse ser bastante expressivo em qualquer atuação, mas o facto de gesticular enquanto canta gerou ainda mais polémica.

"Não tenho nada a ver com o Salvador Sobral. Se virem uma mão a mexer um pouco, dizem logo que estou a imitar. As pessoas expressam-se com as mãos. O meu timbre não tem nada a ver com o do salvador e a minha voz tem outras caraterísticas", explicou.

Gabriel já tentou a sua sorte no "The Voice"

Em 2018, Gabriel Gomes tentou a sua sorte no "The Voice Portugal", chegando mesmo a integrar a equipa de Mickael Carreira. O cantor do Porto referiu que tem lutado pela sua carreira no mundo da música de forma honesta e que nunca teve cunhas, apesar de conhecer alguns músicos no meio dos 100 jurados do concurso apresentado por Cristina Ferreira.

Desde que participou no talent show da RTP1, Gabriel tem-se dedicado à sua banda, Yellow J, e afirmou que a oportunidade ideal seria um possível contrato com uma editora discográfica. Também já fez parte de uma banda na qual estava Cláudia Pascoal, também representante de Portugal na Eurovisão, em 2018.

Gabriel começou o seu percurso na música por influência do pai, que é professor de música. Decidiu candidatar-se ao "All Together Now" para mostrar o seu trabalho em tempos de pandemia, que frisou ser um grande obstáculo para os artistas mostrarem os seus projetos. Para além disso, gostaria de fazer duetos com Rui Veloso ou António Zambujo.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.