No próximo domingo, 30 de janeiro, o País vai às urnas para escolher a nova composição da Assembleia da República, o que ditará o novo governo de Portugal. Dois meses depois do nascimento, a CNN Portugal vai ter a sua primeira noite eleitoral.

"Decisão 22", a operação informativa dedicada às legislativas do próximo domingo, tem como pináculo a emissão simultânea TVI/CNN Portugal que, como revelou Nuno Santos, começará "ao final da tarde" e se prolongará até às duas da manhã de segunda-feira, 31. Nesta operação estarão envolvidos 350 profissionais, 40 dos quais formam equipas de reportagem, distribuídas pelos principais focos de interesse, de norte a sul do País. Na CNN Portugal, a emissão começa mais cedo, logo pelas sete da manhã.

Sara Pinto revela sexo do segundo filho e recorda momento complicado em entrevista a Rui Rio
Sara Pinto revela sexo do segundo filho e recorda momento complicado em entrevista a Rui Rio
Ver artigo

"Os melhores comentadores que a televisão portuguesa tem", como salientou Anselmo Crespo, diretor de informação da TVI, vão conduzir esta emissão. João Póvoa Marinheiro, José Alberto Carvalho, Judite Sousa, Pedro Mourinho e Sara Pinto vão estar no estúdio 3 das instalações da estação de Queluz de Baixo a acompanhar a par e passo todos os desenvolvimentos da noite eleitoral.

Os ensaios já decorrem ao longo desta semana mas, como frisa Nuno Santos, diretor geral da CNN Portugal, "temos de ter toda a gente preparada para tudo". "Ninguém garante que, até domingo, não possamos ter alguém apanhado pela COVID."

"Há muita informação a circular nos bastidores e nós teremos equipas no terreno e na redação, cuja missão principal é procurar e verificar a informação que vai circular nessa noite. Temos como missão sermos os primeiros a colocar no ar informação que faça a diferença. Normalmente, as televisão não dão muita importância a isso, é uma tarefa que fica reservada para as operações online dos jornais, mas nós queremos fazer isso", salienta o diretor geral do canal de notícias do grupo Medica Capital.

Quanto a comentadores, há já uma novidade, anunciada esta segunda-feira, 24 de janeiro. Pedro Santana Lopes, presidente da câmara da Figueira da Foz, irá comentar a noite eleitoral na emissão "Decisão 22".

Mas esta não é a única nova presença nos estúdios CNN Portugal/TVI. A tecnologia vai estar presente ao longo da noite através de uma novidade chamada Magic Wall. Pedro Benevides será o jornalista responsável por comandar e interpretar os números e combinações de projeções e resultados desta plataforma interativa, que existe há 14 anos, e que os telespectadores da CNN norte-americana já conhecem dos sufrágios dos EUA.

O "anacronismo" do dia de reflexão e o "empate técnico" com a SIC Notícias

Na conferência de imprensa de apresentação da operação "Decisão 22", Nuno Santos frisou que, na CNN Portugal, vai haver "uma programação especial no dia 29", o dia de reflexão no qual, segundo a lei portuguesa, não é permitido noticiar temas relacionados com a campanha eleitoral. "Mas nós encontraremos uma forma de tornear o facto de falar alguma coisa sobre o anacronismo de não se poder falar de eleições". Uma dessas formas será uma emissão especial de "Fontes Bem Informadas", formato conduzido por Pedro Benevides.

Questionado sobre a utilidade do dia de reflexão, Anselmo Crespo afirma que, mais do que uma reflexão conjunta por parte dos media, cabe aos agentes políticos mudar a lei. "Eu tinha uma sugestão um bocadinho mais fácil e mais rápida, que era os partidos políticos juntarem-se todos e mudarem a lei, que é completamente anacrónica há vários anos. Os órgãos de comunicação social podem juntar-se e fazer essa pressão, mas nós não fazemos leis", salienta o diretor de informação da TVI.

Dois meses após o arranque das emissões, a 22 de novembro, a CNN Portugal encontra-se, no que toca a audiências, empatada com a principal concorrente, a SIC Notícias. Os canais de notícias têm, na média do mês de janeiro (até dia 24), 1,9% de quota de mercado e, na semana de 18 a 24, a CNN Portugal venceu a SIC Notícias por 0.1 p.p..

Questionado sobre se a emissão "Decisão 22" pode ser decisiva para ultrapassar o canal da estação de Paço de Arcos, a poucos dias de serem fechadas as contas do mês, Nuno Santos fala em "empate técnico" atual e afirma: "Acreditamos que a nossa noite eleitoral vai ser melhor, porque é distinta, inovadora e melhor do que as dos nossos concorrentes. Mas não os menosprezamos."

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.