"Somos a próxima grande plataforma de streaming na Europa", foi assim que Monty Sarhan, CEO da SkyShowtime, descreveu o seu mais recente projeto. No evento de lançamento global, que aconteceu em Amesterdão, esta quinta-feira, 3 de novembro, houve painéis com estrelas de Hollywood, muita festa e algumas revelações à mistura. A MAGG marcou presença e ficou a par daquilo que se avizinha.

Primeiro, a rota que querem seguir. A SkyShowtime já está presente em seis mercados europeus, tendo chegado a Portugal a 25 de outubro. Agora, prepara-se para uma expansão ainda maior. Se o arranque da plataforma começou pelos países nórdicos, a rota vai desviar-se mais para leste: a partir de 14 de dezembro, o serviço vai abrir portas na Bósnia e Herzegovina, Bulgária, Croácia, Kosovo, Sérvia, Eslovénia e Montenegro.

SkyShowtime. A nova plataforma de streaming vai chegar a Portugal com um preço "imbatível" de 4,99€
SkyShowtime. A nova plataforma de streaming vai chegar a Portugal com um preço "imbatível" de 4,99€
Ver artigo

Quanto aos filmes e séries, o empresário frisou que o catálogo estará recheado, já que este serviço é o "produto das maiores companhias de entretenimento do mundo, que se juntam e formam a SkyShowtime". Assim, reunidas numa única plataforma, pode esperar produções da Paramount Pictures, Universal Studios, Nickelodeon, DreamWorks Animation, Paramount+, Showtime, Sky Studios e Peacock.

Durante o evento, falou-se de algumas das séries que já estão disponíveis no catálogo. Foi o caso de "The Rising", que se centra na história de Neve Kelly, uma jovem que emerge das águas de um lago e, ao voltar para casa, descobre que foi dada como desaparecida. Depois, apercebe-se de que está morta – e por isso é que, para Clara Rugaard, a atriz que dá vida à personagem principal, foi uma experiência difícil. "Tu não te preparas para morrer – preparas-te para estares morta", explicou a atriz, no painel em que participou, acrescentando que "não fazia ideia de que [a série] ia dar a reviravolta que deu".

O
Rebecca Romijn, Ethan Peck e Clara Rugaard, respetivamente. créditos: Divulgação SkyShowtime

Quem também falou de outra produção já em streaming foi Rebecca Romijn e Ethan Peck, as estrelas de "Star Trek: Strange New Worlds", a nova abordagem do clássico da ficção científica. A nova produção ocorre na década anterior ao enredo da série original, de 1966, e tem uma coisa em comum com esta: o facto de ser "multigeracional e ser um tema de conversa entre famílias", apontou Rebecca Romijn. "Por isso é que tem corrido tão bem ao longo dos anos", concluiu.

Assim, o caminho pelo qual Monty Sarhan quer levar este novo serviço de streaming aparenta estar a ser trilhado. Isto porque "o conteúdo da plataforma é apelativo para toda a gente e vai haver sempre algo para todas as pessoas da família", afirmou o CEO. “Temos 30 filmes para estrear anualmente”, acrescentou, enfatizando a promessa de que, no âmbito das séries, serão “igualmente fortes”.

Umas têm data de estreia na plataforma apontada para este ano, já outras vão ter de esperar mais um pouco para terem o seu momento de glória, em 2023. Confira a lista que preparámos para si.

"The Calling"

Esta série, que chega ao catálogo da SkyShowtime a 1 de dezembro, tem um cunho policial, não fosse o detetive Avraham Avraham o protagonista do enredo. Interpretado por Jeff Wilbusch, este detetive, ao contrário dos outros, move-se pela sua profunda crença na humanidade. Assim, neste processo de busca pela verdade, guia-se por um apurado sentido de espiritualidade e princípios religiosos que não tardam a ser questionados, aquando de uma investigação que traz uma reviravolta à sua vida.

"Tulsa King"

Em "Tulsa King", Sylvester Stallone vai abraçar o papel de Dwight, um chefe da máfia nova-iorquina aquando do momento da sua saída da prisão, depois de 25 anos atrás das grades e exilado pela organização criminosa de Tulsa, Oklahoma. Ao aperceber-se de que o seu gangue não teria as melhores intenções, Dwight leva a cabo uma jornada: a de reunir um novo gangue, com o objetivo de o ajudarem a estabelecer o seu novo império do crime. A estreia está marcada para o mês de dezembro.

"Funny Woman"

"Funny Woman" é uma série de comédia que foi beber inspiração ao bestseller de Nick Hornby, o romance "Funny Girl". Esta história, que chega ao catálogo da SkyShowtime em 2023, remonta aos anos 60 e foca-se no quotidiano da Miss Blackpool, Barbara Parker, interpretada por Gemma Arterton. Como queria vingar na vida, mais do que concorrer a este género de concursos pautados pela apologia ao culto da imagem, Barbara tenta a sua sorte em Londres – e acaba por se ver circunscrita a um ambiente maioritariamente masculino, no qual o seu melhor atributo, o humor, vai sobressair.

"Three Women"

Também baseada num bestseller, desta vez de Lisa Taddeo, a série acompanha as vidas de um trio (não o denunciasse, de imediato, o título). Sloane, Maggie e Lina, a quem DeWanda Wise, Gabrielle Creevy e Betty Gilpin dão vida, respetivamente, são muito diferentes – a começar pelas suas origens, de distintas partes dos Estados Unidos. No entanto, aceitaram partilhar as suas histórias com uma escritora, interpretada por Shailene Woodley, também ela a passar por um processo de dor. A série destaca as especificidades da vida feminina, com estreia marcada para 2023.

"The Mayor of Kingston"

A série, cuja segunda temporada vai incorporar o catálogo da plataforma em 2023, foca-se na família McLusky, cuja influência domina a cidade de Kingstown, Michigan, onde o negócio das prisões é o único que consegue vingar. A história é encabeçada por dois atores nomeados para os Óscares, Jeremy Renner e Dianne Wiest, que vão ser o veículo para abordar temas como o racismo sistémico, corrupção e desigualdade. Assim, esta produção visa oferecer uma nova perspetiva sobre as tentativas destas duas personagens no processo de devolver a ordem e a justiça a uma cidade que não as tem.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.