A concorrente Mariana Fernandes, 17 anos, fez um casting nos "Ídolos", mas não passou à segunda fase. Sem passe dourado na mão, a participante decidiu revelar como foi manipulada pela produção do programa de talentos da SIC para cantar uma música contra a sua vontade. Aproveitou também a exposição para contar como os castings são verdadeiramente feitos antes de chegaram ao pequeno ecrã: "Fui manipulada para ser um cromo", desabafou.

"Ídolos". Houve lágrimas, desilusões e até um cão ao colo. Saiba quem passou à próxima fase
"Ídolos". Houve lágrimas, desilusões e até um cão ao colo. Saiba quem passou à próxima fase
Ver artigo

Mariana Fernandes não conteve as lágrimas ao sair das audições, quando falou com a apresentadora do programa, Sara Matos. Contudo, foi após esse momento, num vídeo publicado no TikTok, que a concorrente admitiu o que aconteceu e o porquê de, nas suas palavras, "ter saído de lá muito mal".

De acordo com a concorrente, a produção do "Ídolos" obrigou-a a cantar uma música de K-pop, um tema em coreano, contra a sua vontade. Mariana Fernandes também revelou ao público como os castings são feitos: "Os cromos que vocês veem são selecionados de propósito para aparecem. O que me lixou foi que eles descobriram que eu sei dançar (…) e aquilo que eu estava a dançar era K-pop. Levaram essa palavra [K-pop] até ao fim e fizeram disso a minha personalidade", desabafou.

Sem mistérios, a jovem revelou aos seguidores tudo o que aconteceu para ter sido selecionada para as audições. “Ligaram-me dois dias antes de ir para Lisboa e insistiram para cantar k-pop. A minha resposta no momento foi: ‘K-pop não fica bem na minha voz’. E eles insistiam e diziam: ‘Canta uma música de k-pop animada’. Acho que não entendem a pressão em que vocês são metidos naquele momento. Porque eu senti-me pressionada."

Veja o vídeo.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.