No dia 8 de setembro foi revelado que João Montez iria suceder a Gustavo Santos no "Querido, Mudei a Casa", programa que apresentava na TVI desde 2014.

A mudança coincidiu com o regresso de Cristina Ferreira à TVI, o que levou muita gente a pensar que a decisão teria sido da atual diretora de Entretenimento e Ficção da estação de Queluz de Baixo — que no mesmo mês anunciou várias outras alterações no canal. Em entrevista à "Nova Gente", Gustavo Santos revela que a decisão foi de Nuno Santos e não de Cristina Ferreira.

"Já depois de eu saber que iria sair do programa, há mais de um mês, ela teve a humanidade de enviar-me uma mensagem a desejar-me sorte e a confirmar-me o que eu já sabia, ou seja, que não fora ela a tomar a decisão de me substituírem no programa. Essa decisão, segundo o que me foi dito pela Ana Cristina Antunes, produtora e decoradora do 'Querido', foi uma deliberação exclusiva do Nuno Santos [diretor-geral da TVI].", revela o apresentador acrescentando que não guarda ressentimento.

João Montez sucede a Gustavo Santos no "Querido, mudei a Casa!"
João Montez sucede a Gustavo Santos no "Querido, mudei a Casa!"
Ver artigo

Questionado sobre se vai continuar a assistir ao programa e sobre o que pensa de João Montez, Gustavo Santos resposte: "Já não o via quando era eu que o apresentava. Não sou agarrado ao que faço nem ao que fiz. Quanto ao João, necessitará do seu tempo, como eu necessitei, para se instalar, desfrutar e aperceber-se da grandiosidade humana que o formato tem. Acredito, piamente, que fará um bom trabalho."

Gustavo Santos revela razões de afastamento das redes sociais

O apresentador aproveitou o afastamento do pequeno ecrã para se dedicar inteiramente à família. Atualmente vive com a mulher, Sofia Lima e os dois filhos, Salvador, de três anos e Xavier, de seis meses, em Avis, no Alentejo. Gustavo tomou também  a decisão de se afastar das redes sociais afirmando: "As redes sociais podem ser boas para expandir o nosso trabalho, mas são péssimas para qualquer família."

Gustavo Santos afirma ainda que nunca esteve ligado à TVI, mas sim à empresa que produzia o programa. O canal, através de outras produtoras, tentou algumas aproximações para que Gustavo apresentasse outros formatos. O também escritor diz que não se identificou com os projetos e acabou por não aceitar. "Para mim, televisão é emoção, ou seja, respondi-lhes sempre negativamente porque não sou homem de andar a encher chouriços em programas sem conteúdo humano ou transformador". 

Questionado sobre qual seria a decisão, caso Daniel Oliveira lhe ligasse a fazer um convite para a SIC o apresentador remata: "Não o conheço. Nunca falámos. Mas creio que não temos nada a dar um ao outro."

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.