Carina Duarte tem 21 anos e é uma das novas concorrente de "Big Brother - A Revolução". No passado domingo Portugal ficou a conhecer a jovem do Porto que revela ter passado "uma infância difícil".Esta quarta-feira, 16 de setembro, menos de uma semana depois de ter entrado na casa mais vigiada do país, Carina conta ao colega Michell  como é a relação com os pais e revela ter sofrido um aborto.

Carina Duarte é mãe de uma menina de 10 meses, fruto da relação que tem com Rui, mas antes disso sofreu um aborto: "A nossa filha foi pensada. Antes de engravidar dela sofri um aborto e disse 'não, agora quero mesmo um filho' esquece lá isso", contou a concorrente a Michell. Questionada sobre como tinham reagido os pais à situação, Carina revela que também a mãe engravidou muito nova, aos 16 anos, e afirma que por isso a progenitora não tem "moral" para a criticar. A mãe de Carina saiu de casa quando a jovem tinha apenas 5 anos e isso fez com que não mantenham qualquer relação.

"BB - A Revolução". Carina é casada, muito ciumenta e explosiva
"BB - A Revolução". Carina é casada, muito ciumenta e explosiva
Ver artigo

Já o pai, apesar de ter ficado "chocado" quando soube que Carina estava grávida, acabou por a apoiar. O apoio durou apenas até à entrada da concorrente na casa. "Houve um afastamento e, quando eu disse que ia entrar no programa a reação não foi boa", revela a concorrente. "Quando sair não tenho pai", acrescenta.

Ainda assim, a concorrente confessa que a o afastamento do pai também se deve muito às asneiras que fez no passado.  "Ele manda-me mensagens do género 'Filha, está tudo bem? Beijinhos'. Não há aquela presença... Eu não tenho uma relação que gostaria de ter, porque eu fiz tantas asneiras no meu passado...  Se não tenho um pai tão presente, foi porque eu não quis", confessa a concorrente.

Carina Duarte trabalha e vive com os sogros com quem tem uma relação muito boa.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.