Jéssica Fernandes foi a concorrente menos votada no passado sábado, 20 de março, juntamente com Edmar, e por isso viu-se obrigada a abandonar o "Big Brother — Duplo Impacto" a um passo da final. Em conferência de imprensa, esta terça-feira, 23 de março, a ex-concorrente começou por ser questionada sobre se concorda com a opinião da mãe, Sandra Fernandes, que também já participou na anterior edição do reality show, que defende que os resultados da votação foram manipulados.

"É uma opinião que ela tem. De facto não fez muito sentido no seguimento dos favoritos e de todas essas coisas, mas eu não disse nada sobre esse assunto, foi mesmo a minha mãe que falou sobre isso", afirmou, referindo que, estando já fora da casa, encontra-se focada no que poderá fazer daqui para a frente. "Penso em ir beber café e dar uma voltinha. Não me interessa muito", realçou.

Edmar sobre Savate: "Não há nada de mal que possa dizer dele, mas não estou apaixonado"
Edmar sobre Savate: "Não há nada de mal que possa dizer dele, mas não estou apaixonado"
Ver artigo

Esta terça-feira Jéssica esteve também à conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz no programa "Dois às 10", no qual o apresentador revelou que a TVI tem já planos para a fadista e que em breve esta será contactada pela produção. "Fiquei muito feliz e estou aqui ao pé do telefone à espera para saber o que será", disse a jovem na conferência de imprensa que aconteceu logo após o direto.

Quanto a planos futuros, a jovem afirma que continua a querer apostar no mundo artístico, mas, além disso, quer ainda focar-se em causas sociais. "Gostava também de fundar uma associação para ajudar todas as pessoas. Ajudar as outras pessoas é algo que me deixa feliz, por isso gostava de fazer qualquer coisa do género. Tirando isso, os meus sonhos estão todos relacionados com a música e com a arte. São essas duas coisas que tenho em mente fazer."

A relação com Renato mantém-se igual

Fazendo uma comparação com a edição anterior na qual participou, Jéssica afirma que se sentiu mais controlada no  "Big Brother - Duplo Impacto". "O outro [jogo] foi muito mais intenso, mas se calhar aqui consegui dar mais do meu lado divertido. Senti-me no controlo das minha emoções porque, quando estava lá com o Renato acabava por, às vezes, deixar os meus sentimentos levarem a melhor de mim. Quando se gosta de alguém, os sentimentos são mais intensos e não deu tanto para controlar o meu humor e a forma como estava na casa", afirmou.

Sem confirmar um namoro, a jovem fadista garantiu que a relação com Renato mantém-se muito boa e que não houve qualquer desentendimento quanto ao facto de ter voltado a entrar no reality show. Dentro da casa, Jéssica chegou a fazer várias declarações de amor, nunca escondendo as saudades que tinha do jogador de andebol. "Eu sabia que ele estava a ver e queria que ele soubesse que estava lá, mas não o tinha esquecido."

No jogo, considera que chegou onde devia chegar. "O jogo nesta casa passava-se muito entre a Joana, o Savate a Sofia e a Noélia e por isso acho que fazia sentido. Claro que gostava de ir à final e fico triste de não ter ido também porque sei que os meus fãs e os meus apoiantes ficam muito desiludidos, porque gastam muito dinheiro a votar em mim", revela, referindo que gostava que o primeiro e segundo lugar fossem atribuídos a Joana ou Sofia.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.