Bruno e Luís foram os primeiros participantes do "Big Brother - A Revolução" a abandonarem o programa por questões de saúde. Nesta tarde de quinta-feira, 15 de outubro, os dois ex-concorrentes estiveram no "Dia de Cristina" para esclarecer o que aconteceu no reality show da TVI.

"Ainda não sei explicar muito bem o que aconteceu", afirmou Luís Magalhães a Cristina Ferreira. "Pensava que antes de entrar sabia tudo, mas é uma série de coisas: são as câmaras sempre a apontar para nós e sabermos que podemos ser julgados".

O ex-concorrente, que foi retirado da casa a 17 de setembro, explicou que alguns conflitos com André Filipe o deixaram magoado. "É um caráter muito individual em que procuro fazer o bem às pessoas, mas se as pessoas não gostarem de mim, o problema não é meu", frisou.

"Dizia que me estava a adaptar bem, mas durante aqueles dias sentia que estava muito cansado. Por muito que queiramos descansar, há sempre pessoas a falar connosco. Um dia antes de eu sair disse ao 'Big Brother' que não conseguia descansar, ia para a cama e não adormecia", revelou Luís.

O ex-participante de Penafiel contou que ainda não falou com André Filipe a propósito das discussões que tiveram no reality show, mas não o culpa por nada. "Eu soube lidar com aquilo e não sou pessoa de guardar rancores. Até porque eu ficava magoado com as atitudes dele e depois vinha pedir desculpas", frisou.

Questionado por Cristina Ferreira, o jovem referiu que o que lhe aconteceu não tem nome. "Foi a junção de várias situações, o cansaço e o facto de estar afónico. A produção quis ajudar-me e sempre respeitei todos os procedimentos, fiz uma série de exames e nunca acusou nada, mas provavelmente foi a pressão", afirmou.

Já Bruno Nogueira, que abandonou o reality show da TVI a 19 de setembro, chegando mesmo a desmaiar, não adiantou muitos pormenores à apresentadora. "Vivia ali um misto de emoções. Na minha visão, entrar lá e sentir que estava a pensar demasiado naquilo foi o motivo", disse, recordando que esteve durante algum tempo no bunker e quando chegou à mansão da Ericeira já todos os colegas tinham formado grupos.

Exclusivo. André Filipe esclarece comportamentos que teve no "Big Brother": "Quis mesmo fazer uma revolução"
Exclusivo. André Filipe esclarece comportamentos que teve no "Big Brother": "Quis mesmo fazer uma revolução"
Ver artigo

"Não parece, mas vivemos muito intensamente o jogo", reiterou Bruno, acrescentando que a "falta de descanso e má alimentação fazem a diferença", apesar de ser atleta. "Tenho imensa pena de não ter continuado no programa e conhecer melhor os outros concorrentes", rematou.

Em estúdio, também esteve Gustavo Jesus, psiquiatra. "Qualquer um está suscetível que lhe surja um problema de saúde mental", referiu o profissional, explicando que qualquer um pode ter momentos de maior fragilidade, ainda para mais dentro de um jogo em que se está em isolamento com pessoas que não se conhece.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.