O piloto Bernardo Sousa é um dos concorrentes do novo "Big Brother Famosos". Este domingo (13), os espectadores da TVI ficaram a conhecer melhor o percurso do madeirense, marcado por uma suspensão na carreira profissional devido ao consumo de cocaína.

Foi em junho de 2019 que Bernardo Sousa foi afastado das corridas por ter testado positivo no controlo antidoping antes de uma prova no Campeonato Açores de Ralis (CAR). Foi detetada cocaína no organismo do atleta, que sofreu uma penalização que o proibiria, durante dois anos, de competir.

Piloto Bernardo Sousa afastado das corridas durante dois anos por consumo de cocaína
Piloto Bernardo Sousa afastado das corridas durante dois anos por consumo de cocaína
Ver artigo

"Uma infantilidade que eu cometi" foi como Bernardo intitulou este episódio. "Foi quando eu perdi tudo", recordou. "Ao início, foi muito difícil porque eu próprio me isolei", explicou, acrescentando temer que a família sentisse vergonha do que se passara. "Espero não voltar a desiludir ninguém", desejou.

No confessionário, Cristina Ferreira perguntou ao piloto de ralis se "ainda continua aí um bocadinho de vergonha". "Sim, como é óbvio", respondeu o madeirense. "Prejudiquei a minha carreira, prejudiquei a minha imagem", relembrou, abordando como este momento lhe impactou a vida. "Vi o meu nome exposto em tudo o que é meio de comunicação social".

"Quando eu entro dentro do carro, eu sei que pode ser a última vez que vou ver os meus"

A carreira de Bernardo Sousa teve início em 1999, nos karts, sendo que apenas em 2005 enveredou pelos ralis. Em 2010, foi campeão nacional. Esta "grande paixão das corridas" — que começou devido a uma ligação dos pais a um clube organizador do rali da Madeira —é o que lhe garante "motivação para ser melhor".

"Quando eu entro dentro do carro, eu sei que pode ser a última vez que vou ver os meus", disse, na curva da vida, onde abordou as injustiças ligadas a este desporto. Confessou ter sido alvo de pressão externa visando ser suspenso. Em causa esteve uma "questão política e não desportiva".

"Chorei muitas vezes sozinho. A solidão faz-nos pensar muito", desabafou o piloto natural do Funchal, que recordou a separação dos pais, numa altura em que tinha apenas sete anos. Em 2000, a família veio para Lisboa, e Bernardo começou a estudar no Colégio Valsassina, um "colégio de betos", como o apelidou, e onde foi alvo de bullying.

"Fez-me ser quem eu sou, um bocadinho mais reservado, mais observador", elaborou. Também os amores do madeirense de 34 anos foram tema no segmento. Em 2008 viveu a "primeira paixão à séria". "Os timings, às vezes, não são os melhores", comentou.

Mais recentemente, Bernardo esteve numa relação com Deborah Binhote, com quem viveu "uma linda história de amor" agora interrompida. Encontravam-se numa "fase menos boa", sendo que o piloto garante ainda estar apaixonado. "O futuro dirá".

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.