Rui Pedro e Joana protagonizaram um momento de tensão nos bastidores do "Big Brother" deste domingo, 13 de dezembro. O empresário de Oliveira do Hospital terá proferido ameaças à designer de moda e a GNR foi mesmo chamada ao local. Agora, o ex-concorrente afirma que vai agir judicialmente contra Joana.

O empresário garante que foram ditas mentiras sobre si na última gala do programa da TVI. "Pessoal triste. Não têm nada que fazer. Desta vez não vou deixar passar impune. Terei de agir judicialmente para ver se metemos fim a esta onda de domingo exagerado e de falsidade pura”, disse, numa story do Instagram.

Veja aqui o vídeo.

Joana garante que ameaças são reais e Carina é indicada como testemunha

A designer de moda também já veio a público referir que as ameaças por parte de Rui Pedro aconteceram mesmo e que a GNR teve de ser chamada aos estúdios da Venda do Pinheiro. "Todos os acontecimentos relatados sobre a noite de ontem correspondem à verdade, várias pessoas viram e a GNR foi chamada ao local", escreveu a ex-concorrente de Cascais no Twitter.

Carina identificada como testemunha das ameaças de Rui Pedro a Joana
Carina identificada como testemunha das ameaças de Rui Pedro a Joana
Ver artigo

Mas também Carina, que desistiu do "Big Brother" na última sexta-feira, 11, acabou por se ver envolvida na polémica. "Tive de ser indicada como testemunha, não entendi porquê. A GNR disse que fui identificada e que, se isto for para a frente, tenho de falar. Quando a GNR nos pede para falar, somos obrigados. Mas não posso falar de uma coisa que eu não vi", contou em entrevista à imprensa, via Zoom.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.