O ano de 2021 foi marcado pela abertura de inúmeros hotéis e alojamentos. Mesmo com avanços e recuos por causa da pandemia, e regras constantemente a mudar para os hóspedes, o que é certo é que este foi um ano melhor do que 2020.

Podemos quase chamar alguns hotéis de "filhos da pandemia", uma vez que muitos deles nasceram já adaptados a esta nova realidade. Um dos mais recentes em Lisboa, o Lumen Hotel, tem um espaço de coworking pensado para os trabalhadores remotos e um espetáculo de videomaping todas as noites que pode ser visto ao ar livre — local onde as refeições mais têm tido lugar nos últimos tempos.

Trilhar a Costa Vicentina. O novo programa do Monte da Bemposta tem vista motivacional
Trilhar a Costa Vicentina. O novo programa do Monte da Bemposta tem vista motivacional
Ver artigo

A mesma ideia está presente no Porto, mais precisamente no YOTEL Porto, onde o contacto entre humanos é menor graças aos robôs Yolinda e Yogiro que tratam de levar-lhe ao quarto snacks ligeiros e tudo o que demais precisa e à app do hotel, na qual é possível até fazer o check out.

Ao rumar até à freguesia de Tarouquela, em Cinfães do Douro, encontramos a Aldeia da Margarida, um turismo rural que "é justamente o que precisa para deixar o stresse do trabalho e da pandemia para trás", segundo uma jornalista da MAGG que visitou o espaço em dezembro.

No que diz respeito aos motéis, se precisar de uma nova referência, eis o Motel Lux Trafaria, que abriu em outubro e fica apenas a a 10 minutos de Lisboa.

Espreite a galeria com os sítios imperdíveis para visitar em 2022, antes que à lista se juntem mais aberturas do próximo ano.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.