Uma coleção especial de alojamentos, cheios de cultura e história, que remontam ao século XII e até mesmo ao tempo dos romanos. Depois de o turismo cultural ganhar importância no setor do turismo, tendo crescido cerca de 40%, a Airbnb lançou uma nova categoria na sua plataforma: as Casas Históricas. 
Estas 5 casas que a MAGG lhe apresenta são os alojamentos históricos mais bem avaliados em Portugal pela Airbnb. De um moinho de vento algures nas florestas da Nazaré, passando por uma casa romana na aldeia de Sortelha, até ao castelo para toda a família em Viana do Castelo. Veja as fotogalerias e conheça os alojamentos históricos de Portugal.

1. Moinho de vento florestal  (Nazaré)

Situada na cidade dos pescadores e das maiores ondas de surf, o moinho de vento florestal é um pequeno diamante do século XIX, aninhado no topo de uma colina.

O moinho dispõe de uma cozinha e uma área para jantar no rés de chão, dois quartos e uma casa de banho no primeiro e segundo andar. A cozinha está equipada a rigor para fazer uma deliciosa refeição, com vários utensílios, um fogão de indução, uma máquina de café Nespresso e, como cereja no topo do bolo, uma lareira fechada para os dias mais frios. O último andar apresenta um teto de madeira e uma janela com vista panorâmica para a floresta.

No exterior pode aproveitar para conhecer os trilhos da região, explorar as praias da Costa da Prata ou simplesmente banhar-se na natureza da Nazaré. Os amigos de quatro patas são bem vindos e o moinho tem capacidade para três pessoas. Duas noites é a estadia mínima e durante o fim de semana tem um custo de 376€ . Pode reservar aqui.

Veja a fotogaleria

2. Casa da Latada (Açores)

Uma casa restaurada do século XIX no São Roque do Pico, nos Açores? Existe mesmo e chama-se Casa Latada. O espaço oferece uma privilegiada vista para o mar, com várias varandas e diversos pátios ao ar livre.

Noélia é a anfitriã desta casa histórica, que está na família da mesma há cerca de seis gerações. Tem uma cozinha equipada, uma sala de estar espaçosa, dois quartos com cama de casal, uma casa de banho e uma lavandaria. Se lhe apetecer tomar o pequeno almoço ao ar livre, pode fazê-lo na pequena mesa de piquenique.

Fora desta pérola do século XIX pode visitar a montanha do Pico, o Museu Baleeiro ou as piscinas naturais. A estadia mínima é de 3 noites, por isso, pense nesta casa como um retiro de férias de uma semana. Uma vez que já está esgotada até ao mês de março, pode aproveitar as férias da Páscoa para o fazer, com um custo total de 3 noites por 282€.

Veja a fotogaleria:

3. Casa Moinho da Porta (Braga)

É um moinho antigo cuja data de construção é incerta, mas vai fazê-lo mergulhar nas maravilhas da natureza. Ideal para umas férias em família, o moinho da porta situa-se em Braga num espaço calmo, com uma piscina privada e um acesso direto ao rio e à cascata.

A casa tem dois quartos - ao todo três camas -, duas casas de banho, uma cozinha moderna, uma piscina privada e o seu amigo peludo também é bem vindo.

Uma vez que o sinal de rede é fraco, o moinho torna-se o sítio perfeito para fazer um detox das redes sociais. Ainda assim pode sempre dar um saltinho ao parque de aventuras, DiverLanhoso ou visitar os recantos históricos da cidade de Braga. A estadia mínima é de duas noites com um preço total de 346€, mas apresse-se porque este espaço costuma estar esgotado. Pode fazer a sua reserva aqui.

E não se assuste, o caminho para chegar até à casa é mesmo de terra.

4. Castelo de Santa Marta de Portuzelo (Viana do Castelo)

Dormir num castelo? Se é um sonho, já pode concretizá-lo e numas férias com toda a família (daquelas em que até os primos pode trazer). O castelo está localizado a 4o minutos do Aeroporto Francisco Sá Carneiro e é ideal para disfrutar de um ambiente tranquilo longe de tudo.

As origens do castelo remontam ao século XII e a propriedade dispõe de dois gigantescos andares e uma torre (tente não se perder). O acesso ao primeiro andar é através de uma escada de pedra e é composto por 12 quartos, com 9 disponíveis para hóspedes. Os quartos, escusado será dizer enormes, têm uma casa de banho privada e dois têm lareira. Todos eles têm nomes de cidades e regiões portuguesas, como Estoril, Sintra, entre outros. No castelo há três salas de estar, duas salas de jantar dignas de reis e rainhas, enormes corredores, uma torre e uma capela (fechadas ao público).

O jardim dispõe de uma piscina, se quiser dar um mergulho corajoso, uma torre de vigia, uma fonte do século XVI e um túnel por explorar. No primeiro andar tem vista para o rio Lima. A estadia mínima é de 3 noites e só tem datas disponíveis para junho de 2023, com um preço total de 800€. Pode reservar a sua estadia aqui.

5. Casa da Bela Vista dentro das muralhas (Sortelha)

É na aldeia histórica de Sortelha, a 50 quilómetros da Serra da Estrela, que fica a Casa da Bela Vista, outrora uma pequena moradia construída ao lado de uma muralha feita pelos romanos. Este pequeno diamante mantém a sua estrutura original com blocos de pedra granítica e é constituída por 2 pisos.

No rés de chão, a casa dispõe de um quarto com cama de casal , uma casa de banho e umas escadas que dão acesso ao primeiro andar. Aqui há cozinha e sofá que pode servir de cama para mais um hóspede (com direito a uma lareira). De resto a casa tem tudo o que necessita para ter uma estadia confortável, tal como uma máquina de café, wifi, micro-ondas, utensílios de cozinha. Aproveite para desfrutar da varanda com vista para a aldeia.

Para ter uma estadia ainda mais completa pode (e deve) visitar todos os recantos históricos da aldeia. Segundo as sugestões do proprietário, pode passear por cima da muralha romana e aproveitar o pôr do sol, explorar as ruínas da Igreja da Misericórdia, conhecer as praias fluviais e as barragens da zona, como a do Sabugal e do Rio Côa. A estadia mínima é de duas noites e pode reservar já para este mês com um preço total de 130€. Pode fazê-lo aqui.

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.