Todos os lugares contam uma história e a do alojamento local Desertas Beach and Sport, em Ílhavo, tem vários anos e é motivo de orgulho para o proprietário que faz questão de a contar.

"Em finais da primeira guerra mundial, houve um navio muito grande chamado Desertas que naufragou. O armador resolveu abandonar o barco, mas o general português decidiu que ia tentar resgatar o navio. Abriram um canal nesta zona a ligar o mar à ria e o navio foi posto a flutuar para ir para reparação. Não é seguro que tenha sido na minha quinta, mas seguramente que foi por aqui", conta Paulo Neta, proprietário do Desertas Beach and Sport, à MAGG.

Uma parte está desvendada, resta saber porque é que ao nome deste alojamento com quatro bungalows imersos na natureza foi adicionado Beach and Sport. "O conceito do Desertas Beach and Sport é mesmo aquilo que o próprio nome diz. Isto é um empreendimento de natureza, estamos no meio de um pinhal e é uma zona de praia. Na época balnear apostamos em promover a nossa praia quase privada", refere Paulo. A praia é "quase" privada, uma vez que o acesso principal é feito através da Quinta de São Miguel, na Costa Nova do Prado, em Ílhavo, onde se insere o alojamento de natureza.

Recue no tempo e entre neste solar em Coimbra onde é recebido com bolo "ainda quentinho"
Recue no tempo e entre neste solar em Coimbra onde é recebido com bolo "ainda quentinho"
Ver artigo

Quanto ao Sport, está relacionado com tudo aquilo que pode fazer por aqui. "Desporto, surf, skate. Temos uma mini rampa de skate que construímos dentro de um pavilhão que pode ser usada todo o ano", refere Paulo, acrescentando que também são disponibilizadas pranchas de stand up paddle, caiaques de dois lugares e bicicletas. Sem ter de pegar em nada, basta calçar os ténis e caminhar sobre o passadiço de madeira que percorre as unidades do Desertas Beach and Sport e vai em direção à praia da Vagueira. Ainda em linha com o desporto, em breve será possível dar umas braçadas na nova piscina.

O empreendimento foi aberto ao público em agosto de 2020, mas recebeu hóspedes durante um espaço de tempo muito curto. Isto porque além de a pandemia já ter adiado a abertura do Desertas Beach and Sport no ano passado, veio impor que o alojamento fechasse em outubro. No final de abril deste ano voltou em força e promete uma experiência de alojamento única.

"Nós fizemos tudo para que a natureza ficasse o mais próxima possível. Aquilo que se ouve quando se está no alojamento são pássaros, o barulho do mar ou o vento. Portanto, está-se mesmo no meio da natureza", descreve Paulo Neta.

Os quatro bungalows nas árvores foram instalados com o maior cuidado, uma vez que, segundo Paulo, tentaram "não interferir em nada no meio ambiente" e até contribuíram para o mesmo ao cultivar plantas autóctones na propriedade. As casas estão a dois metros do solo sobre estacas e têm vistas diversas: uma está virada para a ria e as outras três para as dunas.

É com a natureza como plano e som de fundo que os hóspedes podem deliciar-se com o pequeno-almoço servido todas as manhãs à porta do bungalow dentro de uma cesta. Inclui vários tipos de pão de padarias da zona — desde pão de aveia a branco —, uma seleção de bolos da região, fruta, iogurtes, charcutaria e ainda cápsulas de café para que saia bem quente na máquina disponibilizada no bungalow.

Desertas Beach and Sport
Desertas Beach and Sport créditos: instagram

Há ainda uma outra opção de alojamento, A Quinta, a casa base da propriedade em Ílhavo pensada para as férias de uma família ou grupo de oito pessoas que querem estar no meio da natureza, mas num ambiente mais sofisticado.

No que diz respeito aos bungalows, uma noite para duas pessoas custa, em época baixa, a partir de 88€, com pequeno-almoço, e em época alta a partir de 110€, também com pequeno-almoço incluído. Já a casa A Quinta custa entre 128€ e 250€ por noite consoante as épocas, sem pequeno-almoço, uma vez que a casa tem cozinha equipada.

Desertas Beach and Sport

Localização: E.M. 592, nº50, Costa Nova, 3830-433 Costa Nova, Portugal
Reservas: 917 565 899/ desertas.costanova@gmail.com

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.