Para ir percorrer a costa Vicentina, os percursos pedestres ou de bicicleta são os mais escolhidos, embora seja incontornável ir até ao primeiro ponto de carro para aí começar a caminhada. Indispensável também é escolher o avião para ver as vistas incríveis dos Açores. E o comboio? Não é que seja negligenciado, mas fica muitas vezes esquecido quando é altura de planear férias e usamo-lo apenas para curtas distâncias cujo objetivo é visitar pontos de interesse.

Até ao final de 2023, o governo promete que Portugal vai contar com novas ligações ferroviárias de alta velocidade, uma entre Lisboa e Porto e outra entre Évora e Elvas, fruto de um investimento de 2 mil milhões de euros previsto no âmbito do Ferrovia 2020 do Plano Ferroviário Nacional (PFN), avança o jornal "Expresso". Mas não tem de esperar três anos até poder ir de norte a sul do País ou andar pela região do Alentejo para ver vistas que prometem ser memoráveis (embora rápidas demais para apreciar).

Sem sair do Local, vai poder viajar até à Ásia ou ao Brasil com estes novos pratos saudáveis
Sem sair do Local, vai poder viajar até à Ásia ou ao Brasil com estes novos pratos saudáveis
Ver artigo

Pode já fazê-lo a bordo de um dos troços da empresa Comboios de Portugal (CP), que tem verdadeiras viagens turísticas para conhecer este verão.

Pode optar por um percurso menor, um passeio de fim-de-semana por Sintra, por exemplo, ou uma viagem ao Douro, cuja rota é deslumbrante e nem precisa de um motivo para se colocar a bordo do comboio. Já todos os motivos estão reunidos para continuar a bordo deste artigo, e fazemos o convite para que descubra o que pode ver, bem como onde ficar em cada paragem.

Comboio histórico do Douro

Comboio Histórico do Douro
Comboio Histórico do Douro créditos: cp

Sabia que existe mesmo um comboio turístico que percorre o rio Douro? É um dos percursos disponíveis na CP e leva-o desde a Régua ao Tua num só dia. Durante o percurso, idealmente feito à janela, irá sempre acompanhado do rio Douro a bordo de uma locomotiva a vapor com cinco carruagens históricas. Através do Comboio histórico do Douro, que circula entre junho e outubro, poderá ver a paisagem que foi classificada pela UNESCO como Património Mundial.

A viagem arranca pelas 15h28 com cantares tradicionais da região e um brinde com um Porto Ferreira. Já o regresso está marcado para as 18h30 aos sábados e 18h26 aos domingos. O preço está ainda sob consulta, mas caso opte por comprar bilhetes combinados ida e volta usufrui de 25% desconto.

Entre a partida e a chegada, poderá ficar num dos hotéis parceiros da CP. Na Régua, tem o Hotel Rural Casa dos Viscondes da Várzea, que além de manter elementos da arquitetura gótico-manuelina de Portugal tem uma capela. Neste hotel, ao apresentar o bilhete, terá 10% de desconto sobre a estadia, que começa nos 98€ em junho, por exemplo, preço por noite para duas pessoas, com pequeno-almoço incluído.

Já quando chegar ao Tua, poderá ficar nas Casas Quinta de Merouço, um alojamento de turismo rural com casas típicas da região, que dá seguimento ao motivo que o levou a fazer este roteiro de comboio: a vista sobre o Douro. Em junho, uma noite para duas pessoas custa a partir de 108€, com pequeno-almoço incluído.

Como comprar? Bilheteiras de estações e brevemente online.

MiraDouro

MiraDouro
MiraDouro créditos: cp

Quer mais razões para viajar junto ao Douro? Aqui está mais uma. O MiraDouro faz viagens todos os dias durante todo o ano e não apenas nos meses de maior calor. Assim, não tem de esperar até junho para conhecer o percurso do Comboio histórico do Douro, podendo embarcar já neste comboio com janelas panorâmicas em carruagens vintage.

Só tem de escolher o local de partida — Porto São Bento ou Campanhã, Ermesinde, Caíde ou Mosteirô — e o destino, que poderá ser Régua, Tua ou Pocinho. A vista já sabe qual é e em cada local poderá usufruir de outras ofertas. Se partir do Porto, por exemplo, antes de seguir viagem descanse no Hotel Cristal Porto, junto à famosa Avenida dos Aliados e a 1,7 km da Estação de São Bento. A estadia custa a partir de 105€, com pequeno-almoço incluído.

Se decidir parar na Régua, aproveite para relaxar nas históricas termas das Caldas do Moledo, que depois de dez anos de portas fechadas, voltaram ao ativo no final de março.

Os preços da viagem MiraDouro variam, mas podem ir desde os 3,55€ viagem ida com partida em Mosteirô e destino na Régua e ir até aos 13,55€ para viagem de ida a partir de Porto São Bento até Pocinho.

Como comprar? Bilheteiras de estações, online e app CP ou por telefone 707 210 220

Comboio histórico do Vouga a vapor

Comboio histórico do Vouga a vapor
Comboio histórico do Vouga a vapor créditos: cp

Quer conhecer a linha do Vouga numa antiga locomotiva a vapor construída pela casa alemã Henschel & Sohn? Vai poder já este fim-de-semana, a 24 e 25 de abril. O comboio histórico vai começar em Aveiro e após quase duas horas de viagem chega até Macinhata do Vouga. Mas o percurso do comboio histórico do Vouga a vapor não fica por aqui. Pode fazer a viagem de volta, com uma paragem pelo meio em Águeda, onde terá 40 minutos para explorar a cidade. O que fazer durante esse tempo?

Já que chegou até aqui de comboio, tem de ir visitar o Museu Ferroviário, e trocar de seguida a cultura pelos sabores de um bom vinho na Quinta Vale do Cruz, onde poderá fazer uma visita guiada à adega e quinta, com prova de um vinho tinto e outro branco, acompanhados de queijos e enchidos. Por quanto? Apenas 10€ por pessoa.

Depois de sentir os sabores da região, está na altura de voltar às vistas da linha do Vouga, até regressar a Aveiro. A partida de Aveiro está prevista para as 13h35 e a chegada às 18h49. A experiência custa 30€ por pessoa (16,50€ para crianças dos 4 aos 12 anos).

Como comprar? Online no site da CP.

Rota da Bairrada

Comissão Vitivinícola da Bairrada
Comissão Vitivinícola da Bairrada créditos: facebook

Acha que não tem tempo para ir passear? Desengane-se. A Rota da Bairrada tem um programa para os mais ocupados, de apenas meio dia, ou para os que querem usufruir das vistas da gastronomia e dos vinhos com tempo.

O ponto de partida e de chegada é o mesmo — a Estação da Curia — apenas difere a oferta. Na opção mais curta, terá oportunidade de fazer uma visita guiada ao espaço da Associação da Rota da Bairrada e prova comentada de cinco vinhos. Poderá também provar queijos e enchidos com pão regional. Quanto custa esta rota de duas horas da qual sai de barriga cheia? 9€, valor do programa, mais o valor da viagem de comboio, que difere de origem para origem.

Já o programa de um dia, desde 11h30 às 18h, em vez de vinho e produtos regionais, oferece espumante D´Honra e salgados e inclui uma visita ao Museu do Vinho da Bairrada, no qual vai almoçar um arroz de Cabidela e leitão da região. Daí, os turistas seguem para um museu subterrâneo onde estagiam espumantes, vinhos e aguardentes, o Aliança Underground, que encerra o percurso antes de chegar à estação para fazer a viagem de regresso para casa. Esta opção custa a partir de 64,50€, para partidas em Porto Campanhã.

Como comprar? Por e-mail (GruposLC-RG@cp.pt).

Programa "À descoberta de Cascais"

Cascais
Cascais créditos: visit_cascais/Instagram

O que há para ver em Cascais? Mais do que praia. Até lá chegar, o percurso pode começar a pé na zona de Belém e daí poderá apanhar o comboio da linha de Cascais em direção às praias do Estoril. Durante este percurso terá oportunidade de admirar a paisagem para as águas do rio Tejo a bordo do comboio, e ainda de apreciar a vista para a costa e praias do Estoril. Contudo, a viagem não termina quando sair dos carrilhos da estação de Cascais.

Uma vez na cidade, poderá alugar uma bicicleta ou andar mais uns metros e ir beber um copo de vinho ao Casino Estoril, o maior da Europa. Daqui, poderá seguir para outros pontos: o Cabo da Roca ou Sintra, através dos autocarros da Scotturb, incluídos no bilhete do programa "À descoberta de Cascais". Estes autocarros podem fazer dois percursos: Cascais, Cabo da Roca, Colares, Sintra; ou Sintra, Castelo dos Mouros, Palácio da Pena.

Antes de partir de Belém, poderá ficar num dos hotéis da cidade, como o emblemático NAU Palacio do Governador, que em junho custa 207€ por noite para duas pessoas, com pequeno-almoço incluído, ou poderá optar por dar um saltinho ao SUD Lisboa, em Belém, e provar a sobremesa de mil folhas de pistachio e framboesa (14€) no SUD Pool Lounge, com vista para o Tejo. Se for mesmo até Cascais, poderá instalar-se no Onyria Quinta da Marinha Hotel, na zona privilegiada de Cascais-Sintra, que lançou pacotes de férias com "tudo incluído" para julho e agosto desde 140€ por pessoa em quarto duplo.

O Programa "À descoberta de Cascais", que poderá usufruir através do bilhete de um dia Train & Bus, custa 15,50€ e abrange viagem em Comboios Urbanos de Lisboa nas linhas de Sintra e de Cascais, incluindo o percurso Alcântara-Terra/Oriente, e viagem em autocarro Scotturb.

Como comprar? Bilheteiras das estações, máquinas de venda automática ou por telefone 707 210 220

Programa "À descoberta de Sintra"

Sintra
Sintra créditos: visit.sintra/Instagram

Tem 24 horas para descobrir os encantos que se estendem entre Lisboa e Sintra. Pode começar pela zona da Baixa de Lisboa, seguir para o Rossio e almoçar, por exemplo, num dos restaurantes clássicos de Lisboa, como o Gambrinus, e uma vez que está perto da estação de comboios, poderá apanhar a linha em direção a Sintra, começando o então Programa "À descoberta de Sintra", sugerido pela CP.

Quando chegar à vila, poderá fazer uma visita ao emblemático Palácio Nacional de Sintra ou à Quinta da Regaleira, ainda mais especial neste tempo de primavera, e, se ainda tiver tempo e pés preparados para andar, poderá passar pelo Palácio da Pena.

Para recuperar do passeio, já pode comer os famosos travesseiros sentado, não no sofá de casa através da entrega ao domicílio, mas nas cadeiras da Casa Piriquita e já que está por Sintra não vá embora e fique para dormir num solar do século XIX: a Sintra Marmoris Palace. Em junho, por exemplo, custa a partir de 200€ por noite para duas pessoas, com pequeno-almoço incluído.

Sintra Marmòris Palace
Sintra Marmòris Palace créditos: instagram

À semelhança do percurso anterior, o bilhete de um dia Train & Bus do Programa "À descoberta de Sintra" custa 15,50€ e dá acesso à viagem de comboio entre Sintra e de Cascais, percurso Alcântara-Terra/Oriente e viagem em autocarro Scotturb.

Como comprar? Bilheteiras das estações, máquinas de venda automática ou por telefone 707 210 220

Rota da Ria Formosa

Ria Formosa
Ria Formosa créditos: visit_algarve/Instagram

Quer faça um percurso mais logo a partir de Lisboa e Pinhal Novo ou mais curto com partida em Lagos e Vila Real de Santo António, a viagem de comboio promete compensar o que se segue. Depois de desfrutar da vista até chegar à estação de Faro, este viagem tem maior foco em terra, por onde um guia vai levá-lo a conhecer a história e a beleza natural da cidade.

Tudo começa uma visita pedonal à cidade velha, passando depois pela porta árabe do século XI, o fórum romano, o palácio do bispo e ainda os túneis do século XI. Só aqui já lá vão duas horas que passam num instante. Segue-se um almoço, que por não estar incluído no programa poderá escolher à sua vontade. Que tal uma mistura de produtos algarvios com sabores italianos no Forno Nero, o restaurante do Hotel 3HB Faro, que vai abrir em junho? É como um teaser ao que vai poder encontrar neste novo hotel (e já podemos antecipar que vai ter uma piscina infinita).

De seguida, a viagem prossegue num barco tradicional pelos canais da Ria Formosa, que vai andar a flutuar durante duas horas. Findo o percurso, regressará a Faro para dar o passeio por terminado. Os preços da rota começam nos 37,70€ em comboio regional a partir de Tavira e vão até aos 59,50€ para quem parte do Oriente, em Lisboa. Em julho e agosto o programa não incluí partidas de Lisboa e Pinhal Novo.

Como comprar? Através de e-mail (GruposLC-RG@cp.pt) ou telefone (919 273 772)

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.