Este ano parece que há quase uma competição para quem tem a ideia de férias mais fora da caixa. Claro que muitos mantêm-se fiéis ao seu Algarve, mas outros fizeram disparar a procura de autocaravanas em 50%, tal como revelou a Yescapa, plataforma de aluguer de autocaravanas, ao "Jornal de Negocios" — algo que até já trouxe outras preocupações. É o caso das consequências ambientais em zonas como a Costa Vicentina ou a Ria Formosa, dois dos parques naturais mais procurados pelos adeptos do turismo da natureza, que estão a preocupar os residentes, avança a SIC Notícias.

No entanto, com consciência e ciente de que as autoridades não vão perdoar as multas, esta é uma das alternativas segura para quem procura uma pequena aventura depois de meses de monotonia. Além desta alternativa, há muitas mais. O que não falta são opções que dão aquele friozinho na barriga antes de desafiar a sua zona de conforto.

É que se não fosse a pandemia dificilmente considerava estas opções. É ou não verdade?

1. Alugar uma autocaravana moderna do Hostel on Wheels (HOW)

how
créditos: hostelonwheels

Tínhamos de começar pelo clássico: as autocaravanas. Neste caso o conceito é transformado numa carrinha que faz parte do Hostel on Wheels (HOW), projeto que se dedica a explorar todo o tipo de estradas: desde as rurais isoladas, até às cénicas. Aqui, ao contrário dos hotéis, não há opção de vista jardim, mar, ou para as traseiras da lavandaria quando só temos dinheiro para a reserva do quarto mais barato.

As estradas são precisamente "os corredores para a tua suite com vista para onde quiseres e para a qual não precisas de chave", refere o Hostel on Wheels (HOW) no Facebook. O projeto revela ainda que as autocaravanas foram transformadas para dar conforto a quem nelas viaja. A par do conforto, a empresa oferece um programa de pontos de interesse em Portugal e uma rede de parcerias com operadores especializados nas mais diversas atividades, que podem tornar a experiência ainda mais enriquecedora.

Uma carrinha Dacia Duster com capacidade para quatro pessoas pode custar 69€ por dia.

2. Dormir numa tenda instalada no tejadilho de um Jeep

campers
créditos: campers

Ainda só vamos no segundo ponto e já percebeu que aqui vai ver de tudo. Dormir no tejadilho é mais uma das opções, sugerida desta vez pela Hertz. A empresa pensou numa forma de afastar os portugueses da dependência dos semáforos instalados nas praias, mas ao mesmo tempo de aproximá-los das praias portuguesas de norte a sul do País.

Como? Através do Campers, um serviço de aluguer de viaturas da marca Jeep com tendas instaladas no tejadilho. É possível alugar o Jeep Compass e Jeep Renegade, com tendas instaladas no tejadilho, e entre estas há dois modelos disponíveis: uma para duas pessoas (com capacidade para dois adultos ou um adulto e duas crianças) e outra para três pessoas (com capacidade para três adultos ou dois adultos e duas crianças).

Passar a noite num barco? 8 escapadinhas (perto de Lisboa e do Porto) para fazer em setembro
Passar a noite num barco? 8 escapadinhas (perto de Lisboa e do Porto) para fazer em setembro
Ver artigo

Em qualquer um dos modelos de Jeep está incluído um colchão, rede mosquiteira em todas as janelas e uma escada de alumínio telescópica ajustável, que permite aceder à tenda localizada no tejadilho do Jeep alugado por um período mínimo de dois dias. Quanto a preços, a tarifa base é de 44€ por noite para o pack Jeep Renegade e tenda com capacidade para dois adultos.

3. Fazer férias num autocarro

airbnb
créditos: airbnb

Se uma carrinha ou um Jeep não forem suficientes para passar as férias, eis mais uma opção: um autocarro. Este não pára em todas as estações, fica sim estacionado em Barão de São Miguel, Faro, onde pode passar as tão desejadas férias de forma mais resguardada.

Neste autocarro podem ficar alojadas até cinco pessoas, uma vez que está equipado com duas camas de casal e um sofá cama e tem ainda uma cozinha totalmente equipada para preparar as refeições para todos. O que torna esta estadia ainda mais irreverente é o que o proprietário deste autocarro transformado em alojamento anuncia: "As suas necessidades são satisfeitas numa casa de banho de compostagem, situada a uma curta caminhada na floresta".

Para usufruir desta experiência diferente, o preço são 50€ por noite para duas pessoas.

4. Dormir numa árvore

Encostas do Coa
créditos: Encostas do Coa/Facebook

Começamos já por fazer um esclarecimento: não vai dormir num ramo, descanse, mas sim numa casa como aquelas que vemos nos filmes e com que sempre sonhámos ter. Esta casa foi construída no turismo rural Encostas do Côa e tem todas as condições e comodidades, quer para si, quer para o ambiente, uma vez que este "empreendimento não fere o ambiente no que respeita as normas ambientais e está perfeitamente enquadrado na paisagem", tal como é referido no site do turismo rural.

A casa tem vista para as encostas do rio Côa e para a cidade de Pinhel, Guarda, e os preços para duas pessoas por noite, com pequeno-almoço incluído, começam nos 70€.

5. Moinho na Arrábida

airbnb
créditos: airbnb

Por esta é que não esperava: poder passar uma noite num moinho com mais de 160 anos, que até mantém as engrenagens originais em madeira. Não só é possível, como fica mais perto do que podia imaginar. Envolvido pela  Serra da Arrábida e o Estuário do Sado, este moinho em Setúbal tem tudo aquilo que se procura numa férias: descanso e mar.

O moinho está equipado com ar condicionado, kitchenette e um quarto com cama queen, e além de espaços ao ar livre no exterior, tem acesso a uma piscina partilhada — embora esteja indisponível até 19 de junho. Em contrapartida, pode usar o chuveiro solar privativo.

Uma estadia para duas pessoas no moinho na Arrábida custa 125€ por noite.

6. Glamping numa tenda tipi

airbnb
créditos: airbnb

E porque não passar umas férias como se estivesse no antigamente, onde ainda era possível encontrar lugares isolados e únicos no meio da natureza? O cenário é este e é precisamente o que pode vivenciar. É que esses lugares que descrevemos ainda se existem e um deles está na Madeira.

No meio de bananeiras tropicais, do som das ondas do mar e da água da nascente que fica mesmo junto a este espaço de glamping, o Canto das Fontes tem duas tendas tipi, as tradicionais tendas dos Índios, instaladas num extenso terreno que além do alojamento tem também um projeto de agricultura biológica certificada, com plantas de banana e papaia como cultura principal.

Vai sentir que está noutro País, quando na verdade trata-se de um canto em Portugal que poucos conhecem. No caso de querer conhecer, uma estadia para duas pessoas custa a partir de 97€ por noite.

7. Depois da pandemia, a cabana

airbnb
créditos: airbnb

Esta não fica junto à praia, tal como dizia José Cid, mas fica bem no meio da natureza do Cepo Verde Turismo de Natureza, no Parque Natural de Montesinho.

Mas esta não é a única particularidade: o alojamento híbrido funciona com uma rotação a 360° que permite usufruir da paisagem da forma que quer e no momento que quer, e ainda optimizar a luz solar. A janela panorâmica ajuda a usufruir de da vista que vale mais do que qualquer comodidade da micro cabana, ainda que outro complemento possa tornar as férias ainda melhores. É que mesmo longe de tudo e todos, pode ter acesso à piscina que faz parte do Cepo Verde.

Para uma estadia de 15 a 18 de junho, por exemplo, para duas pessoas, o preço é de 35€ por noite. A micro cabana rotativa está disponível no Airbnb.

Newsletter

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.
Subscrever

Notificações

A MAGG é uma revista digital pensada para mulheres e focada nas preocupações centrais da vida de cada uma. Falamos de tudo o que está a acontecer de forma descontraída mas rigorosa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.