Nas águas profundas de Agia Napa, no Chipre, nasceu um museu chamado Musan, esculpido pelo também autor do primeiro parque subaquático do mundo. O novo museu diz respeito a uma floresta aquática, o que não deixa de ser curioso numa altura em que a natureza à superfície da terra está cada vez mais ameaçada pelas alterações climáticas.

Este é, aliás, o propósito das esculturas que chegam a pesar até 13 toneladas. "Tentei incluir o máximo de referências às mudanças climáticas, à perda de habitat e à poluição, porque essas são realmente as questões que definem a nossa Era", disse Jason Decaires Taylor, responsável pela obra, à CNN Travel. Contudo, o objetivo do artista não é criar um sentimento negativo a quem visita o museu, mas sim de esperança e que leve a pensar que ainda é possível reverter o que o ser humano tem feito ao planeta.

A floresta esculpida por Jason Decaires Taylor é composta por um total de 93 esculturas entre as quais árvores, crianças que brincam e protegem a natureza e um homem que representa a ameaça às florestas. Todos os elementos que compõem um espécie de narrativa de consciencialização completam o museu que custou à volta de 1 milhão de euros. As peças foram esculpidas à superfície e colocadas no mar através de um guindaste.

MUSAN - Museu de Escultura Subaquática Aiya Napa de Jason deCaires Taylor
MUSAN - Museu de Escultura Subaquática Aiya Napa de Jason deCaires Taylor créditos: underwatersculpture

A ideia é que ao longo do tempo fiquem ainda mais compostas, graças à esperada vida marinha que será atraída para as esculturas devido ao uso de materiais sustentáveis (que conferem pH neutro) e as mudanças já começaram a acontecer.

Dormir num submarino amarelo, tal como no tema d'Os Beatles? Saiba onde fica e quanto custa
Dormir num submarino amarelo, tal como no tema d'Os Beatles? Saiba onde fica e quanto custa
Ver artigo

Quando Taylor voltou a mergulhar para visitar o museu passado cinco ou seis dias da inauguração, viu uma fina camada de algas em volta das cabeças das estruturas, bem como pequenos peixes. O museu deixará de existir quando a biodiversidade marinha assim o quiser, uma vez que o objetivo é que as esculturas sejam colonizadas e sirvam de abrigo e alimento às espécies.

O museu Musan está localizado numa área marinha protegida, a 200 metros da costa de Aiya Napa, e é apenas acessível a mergulhadores e praticantes de snorkel. O acesso é gratuito.

O primeiro parque subaquático de esculturas do mundo foi feito por Jason Decaires Taylor, em 2006, e fica em Cancún, na baía de Moilinere, no México. Apesar de o novo museu, inaugurado a 31 de julho e aberto ao público a 2 de agosto, não ser o primeiro do artista no Mediterrâneo (há outro em Cannes), é o mais fundo.

Subscreva a newsletter da MAGG.
Subscrever

As coisas MAGGníficas da vida!

Siga a MAGG nas redes sociais.

Não é o MAGG, é a MAGG.

Siga a MAGG nas redes sociais.

Fale connosco

Se encontrou algum erro ou incorreção no artigo, alerte-nos. Muito obrigado.